Montengro revela que Botafogo e Fluminense estão sofrendo ameças de clubes do Rio

Clubes ficaram insatisfeitos com indefinição de Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro, sobre o futebol carioca

Por O Dia

Carlos Augusto Montenegro
Carlos Augusto Montenegro -
Rio - O decreto do prefeito Marcelo Crivella e a indefinição da continuação do Campeonato Carioca, revoltou alguns clubes que são a favor do término da competição. O ex-presidente do Botafogo e um dos conselheiros do clube, revelou em entrevista à "Rádio Tupi" que recebeu ameaças de processo de outras equipes, caso o campeonato não termine. As ameças sobraram até para o Fluminense, agremiação que é contra  o retorno do futebol.
"Alguns clubes falaram que se o campeonato não voltar vão processar Botafogo e Fluminense, se não receberem o dinheiro da televisão. Olha que criancice, que coisa infeliz… Agora vai ter que processar o prefeito, o coronavírus, o STJD, quem ele quiser… O que Botafogo e Fluminense têm a ver com essa doença maldita? Fizeram protocolo para o jogo, não para a vida das pessoas. Jogador é quem menos vai ter problema. Por que nenhuma federação está falando em voltar, só o Rio?", questionou Montengro.
Neste último sábado, o prefeito havia publicado no Diário Oficial, um decreto que suspendia todas as competições esportivas da cidade, o que automaticamente iria impedir a realização de jogos neste fim de semana. No entanto, Crivella voltou atrás e afirmou que a medida se estende apenas a Botafogo e Fluminense.

Comentários