Renato Gaúcho minimiza ida à praia em meio à pandemia e diz: 'Todo mundo é grupo de risco'

Recentemente, treinador do Grêmio passou por duas cirurgias no coração

Por O Dia

Renato Gaúcho curte praia em meio à quarentena
Renato Gaúcho curte praia em meio à quarentena -
Rio - O técnico Renato Gaúcho falou sobre o fato de ter sido flagrado, no último domingo, em uma praia do Rio. Em entrevista ao "Globo Esporte", o técnico do Grêmio minimizou o episódio e o fato de ser considerado do grupo de risco, já que realizou duas cirurgias no coração recentemente.
"Eu sou grupo de risco? O mundo todo é, todo mundo corre risco com esse vírus. Não tenho função aí (Porto Alegre). Estou há três meses em casa e abriram as praias há três semanas. Ontem (domingo) fui dar um mergulho e fiquei lá 40 minutos. Parece que o planeta está de cabeça para baixo! Mas eu sou grupo de risco? O mundo todo é, todo mundo corre risco com esse vírus", afirmou Renato.
Essa não foi a primeira vez que Renato foi flagrado na praia durante o período de isolamento social. Em nota, o Grêmio comentou o episódio. Leia a íntegra:
O Grêmio FBPA desde o início da pandemia do Covid-19 vem orientando seus colaboradores sobre cuidados necessários para barrar eventual contágio, além de implementar rígidos protocolos médicos e sanitários, seguindo todas as determinações das autoridades municipal e governamental, para preservar a integridade física de atletas, integrantes da comissão técnica e funcionários em geral.

Seguindo esta referência de procedimentos adotados pela instituição, o técnico Renato Portaluppi está sendo mantido, por recomendação médica, em isolamento social no Rio de Janeiro, onde reside. Neste sentido, mesmo não cabendo ao Clube responder por atividades de foro privado praticadas por seus profissionais, a instituição reitera que determinou a todos rigor e atenção à observância dos mesmos procedimentos sanitários estabelecidos para cumprimento no Centro de Treinamentos e fora dele.

Comentários