Video mostra discussão e empurrões entre jogador do Palmeiras e esposa. Confira!

Craque do Palmeiras é acusado de agredir a mulher

Por IG -Esporte

São Paulo, 18/02/2020 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O jogador Dudu do Palmeiras durante entrevista coletiva realizada na Academia de Futebol, localizada na Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, na tarde desta terça-feira (18). Foto: Van Campos/Parceiro/Agência O Dia
São Paulo, 18/02/2020 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O jogador Dudu do Palmeiras durante entrevista coletiva realizada na Academia de Futebol, localizada na Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, na tarde desta terça-feira (18). Foto: Van Campos/Parceiro/Agência O Dia -
Rio - Após a esposa do jogador Dudu , Mallu Ohanna, acusá-lo de agressão , o programa "Brasil Urgente" exibiu um vídeo em que ambos aparecem com os ânimos exaltados.
Pelas imagens, é possível ver o jogador do Palmeiras andando ao lado de Mallu , na calçada do condomínio onde o casal morava. Há uma discusão e empurrões. Pessoas próximas tentam apaziguar a situação.


Nesta terça-feira, Mallu Ohanna deu uma entrevista ao colunista Leo Dias, revelando que foi agredida pelo atacante, com quem teve dois filhos em 11 anos de relacionamento.

"Assim como ele é agressivo em campo ele foi comigo esses anos todos. Tenho provas testemunhais tanto da família dele, que já presenciou várias vezes, como da minha. Apanhei nas minhas duas gestações. Quando estava grávida do meu segundo filho, ele chegou a bater com a porta do carro na minha barriga. Já fui, grávida, buscá-lo na porta de motel. Mas ontem dei um basta. Não aguento mais apanhar calada. Hoje entrarei com medida restritiva contra ele”, disse Mallu.

Segundo a mulher do jogador, ele costuma ficar agressivo quando faz uso de bebidas alcoólicas e a agride na cabeça, com a intenção de não deixar marcas. Após registrar boletim de ocorrência, Mallu foi ao Hospital Albert Einstein, onde exame teriam mostrado os traumas na sua região craniana.
“Eu ainda o amo e por isso aguentei todos esses anos. Quando ele bebe ele se transforma, vira outra pessoa. A tática dele é bater na minha cabeça para não deixar marcas. Mas tenho laudo do hospital mostrando que apanhei. Na briga de ontem foi mais de uma hora e meia entre xingamentos e agressões. Começamos a brigar no carro e seguimos pelas ruas do condomínio. Os seguranças viram, mas ninguém fez 

Comentários