Goleiro da Seleção afirma que má relação de Dunga com a imprensa afetava os jogadores

Ainda segundo o arqueiro havia muita pressão em campo

Por O Dia

Alisson
Alisson -
Rio - Dunga sempre foi duro com a imprensa em suas coletivas. Segundo Alisson, goleiro titular da Seleção Brasileira e que fez parte do grupo com o treinador gaúcho, a má relação de Dunga com a imprensa afetava negativamente o rendimento da equipe.
"A questão dele com a imprensa, ele não externava para a gente. O que a gente ficava sabendo era o que a gente ouvia de fora. (...) Mas esse relacionamento ruim com a imprensa afetava nosso rendimento dentro de campo porque a gente sentia a pressão da torcida dentro de campo. A relação com o torcedor não era tão saudável. Isso pelo relacionamento com a imprensa, mas também pelos resultados ruins na Copa de 2014 e na sequência. Mas acredito que ele cumpriu seu papel naquele momento, que era de reconstrução", disse o goleiro em entrevista para o Grande Círculo, do SporTV. 
Ainda de acordo com o arqueiro do Liverpool, a forma com que Dunga tratava seus jogadores não despertava o interesse deles em dar seu melhor em campo.
"Sou suspeito para falar do Dunga. Ele me lançou no Inter e na seleção. sou muito grato pela oportunidade. Eu sempre o vi como um cara muito sanguíneo. Não tenho problemas com isso. Outros jogadores precisam de um lidar diferente. Ele não é tão polido na maneira de conversar. Ele mantém o perfil que ele tinha quando jogador. (...) Mas ele sempre me deixou à vontade para desempenhar o meu máximo. Minha visão é que nem todos atletas se sentiam assim. Alguns precisam de outro tratamento para render melhor. Isso porque cada um é acostumado de um jeito diferente", complementou o jogador.

Comentários