Botafogo x Corinthians: duelo entre campeões termina empatado

Rafael Marques coloca o Fogão na frente, mas Paulinho deixa tudo igual

Por fabio.klotz

São Paulo - De um lado, o campeão paulista. Do outro, o detentor do título carioca. Na estreia no Brasileiro, o duelo entre Corinthians e Botafogo, neste sábado, no Pacaembu, terminou empatado: 1 a 1. Rafael Marques marcou para o Fogão. Paulinho deixou tudo igual.

Marcelo Mattos tem trabalho para deter o meio de campo do CorinthiansDivulgação

Na próxima rodada, na quarta-feira, o Botafogo tem mais um paulista pela frente: o Santos, no Raulino de Oliveira. O Timão joga no mesmo dia e encara o Goiás fora de casa.

FESTA ANTES DE A BOLA ROLAR

Botafogo e Corinthians trocaram faixas de campeão antes de a bola rolar. O Fogão garantiu o título carioca com antecedência após ganhar os dois turnos. O Timão bateu o Santos na final do Paulista.

O JOGO

O duelo começou sem muita criatividade. As duas equipes encontravam dificuldade em crias lances de gol. O Timão, então, tentou em chutes de fora da área, mas Jefferson defendeu com tranquilidade chutes de Edenílson e Ralf. A resposta do Botafogo foi fatal. De pé em pé, o time tabelou até Seedorf cruzar para Rafael Marques marcar 1 a 0.

O Timão assustou um minuto depois, mas a cabeçada de Emerson Sheik foi para fora. O clube paulista tentou pressionar mais. Paulinho levou perigo em chute com força. Mais tarde, Sheik obrigou Jefferson a salvar o Botafogo. O Fogão tentava o contra-ataque. No melhor deles, Lucas chutou cruzado, mas Gil interceptou o lance.

O segundo tempo foi semelhante ao primeiro, com poucas chances de gol. O Timão carecia de criatividade. O Botafogo quase ampliou com Lodeiro, mas o chute do uruguaio foi para a fora. A resposta do Corinthians foi com Paulinho, que levantou a torcida com um arramate que saiu rente à trave.

O lance animou o Corinthians, que foi para cima do Botafogo. Sem criatividade, o jeito foi "apelar" para jogada de bola parada. E foi assim que o Timão empatou. Em falta pela direita, Douglas mandou para área e Paulinho desviou. A bola bateu em Marcelo Mattos antes de entrar: 1 a 1.

O jogo ganhou em emoção. As duas equipes buscaram o ataque, mas o empate persistiu entre os campeões estaduais.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia