Com portões fechados, Botafogo enfrenta time chinês no Engenhão

Glorioso disputa neste sábado o primeiro amistoso oficial da temporada

Por pedro.logato

Rio - A torcida até pode esperar no portão, como na letra da música de Lulu Santos, mas ficará fora da volta do Botafogo para casa, no caso, o Engenhão, depois de quase dois anos. Sem público, o time reencontra Cuca no amistoso com o Shandong Luneng, da China, às 17h. Será o último teste de René Simões antes da estreia no Campeonato Carioca.

A última vez que o Botafogo atuou em seu estádio foi no dia 16 de março de 2013, na goleada de 4 a 0 sobre o Quissamã. Dez dias depois, ele foi interditado por causa de falhas na cobertura.

René Simões tem seu primeiro teste oficial neste sábadoCarlos Moraes

A diretoria tinha a expectativa de fazer o primeiro jogo do Carioca, dia 31, contra o Boavista, no local, com a presença da torcida. Entretanto, a demora para a obtenção do laudo de segurança e as obras no entorno impediram.

O presidente Carlos Eduardo Pereira foi ao Engenhão acompanhado do secretário-executivo de Coordenação de governo do Rio de Janeiro, Pedro Paulo, e confirmou a data do retorno dos torcedores ao estádio.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

“A prefeitura apresentou garantias que estará pronto, sem entulhos, até 31 de janeiro, mas, por conta do estatuto do torcedor, que pede dez dias de antecedência para definir os estádios, vamos deixar para voltar apenas na terceira rodada”, afirmou o mandatário, se referindo ao jogo contra o Bonsucesso.

Ao mesmo tempo que o presidente visitava o Engenhão, René Simões encerrou o período de preparação em Várzea das Moças. Ele definiu os 11 que iniciam logo mais contra o Shandong Luneng e projeta uma partida difícil contra Vagner Love, Montillo e companhia.

“A expectativa é boa, time forte com jogadores de nome.Quero enfrentar uma equipe de qualidade”, afirmou. O jogo pode marcar a estreia de Diego Tardelli pelo time chinês. O Botafogo entra em campo com Jefferson, Gilberto, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Gegê e Diego Jardel; Pimpão e Bill.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia