Botafogo faz a sua estreia na Copa do Brasil

Alvinegra pega Campinense e quer esquecer vexame de 2018

Por O Dia

Gabriel diz que eliminação para a Aparecidense deve ficar para trás
Gabriel diz que eliminação para a Aparecidense deve ficar para trás -

O Botafogo tem hoje mais uma decisão pela frente, após estrear com vitória na primeira fase da Copa Sul-Americana, na semana passada: 1 a 0 sobre o Defensa y Justicia, da Argentina, no Nilton Santos). O Alvinegro vai iniciar outra caminhada, desta vez, na Copa do Brasil, às 21h45, contra o Campinense, em Campina Grande.

Apesar de ter a vantagem do empate para avançar à fase seguinte, o vexame de 2018 — eliminação para a fraca Aparecidense — ainda está muito vivo na mente dos torcedores. Quem passar desse confronto pegará o vencedor de Ypiranga, de Macapá, e Cuiabá, na sequência da Copa do Brasil.

A boa notícia fica por conta do retorno do apoiador João Paulo ao time. O capitão está recuperado de uma lesão na coxa direita, problema que aconteceu na derrota para o Flamengo (2 a 1, de virada, no Niltão), jogo da segunda rodada da Taça Guanabara.

RAFAEL MOURA PODE CHEGAR

Na atividade de ontem, o técnico Zé Ricardo deu atenção especial a dois pontos que ele considera de extrema importância: manutenção da posse de bola e jogadas ensaiadas, principalmente àquelas próximas da área.

"É uma partida de atenção redobrada, você não vai ter oportunidade de jogar em casa. Creio que atenção e concentração têm que estar no máximo possível. O que aconteceu no ano passado (eliminação para a Aparecidense) foi uma coisa precoce, ficou para trás, vamos buscar fazer um grande jogo e tentar a classificação", destacou o zagueiro Gabriel.

Na desesperada busca por um centroavante para disputar posição com Kieza, em má fase, a diretoria conversa com Rafael Moura, mas o nome não agrada à torcida. Nas redes sociais, alvinegros questionam a qualidade do jogador, além de lembrar as vezes em que He-Man esnobou o Glorioso.

 

Comentários