Diego Souza chega a 103 gols em Brasileiros

Atacante alvinegro se torna o 12º maior artilheiro na história da competição. Ainda em atividade, é o segundo

Por O Dia

Dos artilheiros em atividade no país, Diego Souza tem menos gols somente do que Fred, que já marcou 142
Dos artilheiros em atividade no país, Diego Souza tem menos gols somente do que Fred, que já marcou 142 -
Autor do gol da vitória do Botafogo sobre o Athletico-PR — 2 a 1, domingo, no Estádio Nilton Santos —, o atacante Diego Souza se tornou o 12º maior artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 103 gols, empatando com Alecsandro, atualmente no CSA, de Alagoas. O camisa 7 alvinegro disputa a sua 17ª edição da competição, já tendo atuado por dez equipes diferentes, em 397 compromissos até hoje. 
Atualmente, entre os atletas que estão em atividade na Série A,apenas o centroavante Fred, do Cruzeiro, marcou mais gols que Diego Souza: 142. O recordista é o ex-atacante Roberto Dinamite, maior ídolo da história do Vasco, com 190. 
O mais importante, além do poder de reação, é que a equipe do técnico Eduardo Barroca conseguiu encerrar um jejum que já incomodava: a falta de gols dos atacantes. Há nove partidas o Botafogo não vencia com participação decisiva dos homens de frente. O último triunfo decidido por um atleta do setor acontecera no clássico diante do Vasco (1 a 0, no Niltão), dia 2 de junho. Diego marcou na oportunidade.
REVELAÇÃO EM ALTA
Com 22 pontos e na sétima colocação da tabela, o Glorioso se prepara para enfrentar o Corinthians, no Itaquerão, sábado, compromisso pela 15ª rodada do Brasileiro.
Quem ganhou muitos pontos com o técnico Eduardo Barroca foi o atacante Lucas Campos, de 21 anos, revelação das divisões de base do clube. Ele entrou no segundo tempo, levou a defesa do Furacão à loucura e sofreu o pênalti convertido por Diego. 
“Barroca me conhece, sabe meu futebol, me deu outras oportunidades. Ele conversou bastante para a gente ficar unido e subir melhor para o segundo tempo”, contou. “Pude mostrar meu futebol e partir para cima. Fico feliz com isso e pelos três pontos. Foi meu jogo mais decisivo, pude carregar mais a bola. Em outros jogos não tive essa oportunidade”, acrescentou Lucas Campos, que agora espera ser mais aproveitado.

Comentários