Após fala de jogadores, Botafogo quita parte dos salários de alguns funcionários

Pagamento acontece poucas horas após o elenco protestar contra os atrasos

Por Lance

Presidente do Botafogo Mufarrej
Presidente do Botafogo Mufarrej -
Rio - Poucas horas depois de Carli, Gabriel e João Paulo anunciarem, em nome do elenco, que não participarão de ações de marketing por conta da situação dos funcionários, que convivem com dois meses de salários atrasados, a diretoria deu um passo para resolver esta questão. Nesta quinta-feira, o Alvinegro pagou os débitos referentes ao mês de julho com os trabalhadores que possuem menores vencimentos.

A prioridade dos dirigentes era de, justamente, quitar a situação dos funcionários que ganham menos. Alguns, por exemplo, estavam sem dinheiro para pagar por transporte e procuravam fontes alternativas através do trabalho informal. Internamente, portanto, este pagamento foi muito comemorado. A notícia foi divulgada primeiramente pelo "Canal do TF" e confirmada pelo LANCE!.

Os funcionários que receberam um mês dos valores que estavam atrasados foram os que ganham até cerca de R$ 1700. Os outros trabalhadores, porém, continuam com os vencimentos de julho em débito.

Além disto, a diretoria também pagou a parte que restava dos salários referentes ao mês de junho com os jogadores do elenco profissional. O clube não havia feito o pagamento de forma integral e, agora, colocou todos os atletas em "tom de igualdade".

O Botafogo completará dois meses de atrasos salariais com jogadores e parte dos funcionários nesta sexta-feira, data do vencimento dos débitos referentes ao mês de agosto. O clube também deve três meses de direitos de imagem aos atletas do elenco profissional.

Comentários