No jogo 100 pelo Botafogo, João Paulo quer manter boa fase contra o Ceará

Meio-campista celebrou a marca centenária com camisa a alvinegra, e agradeceu apoio da torcida para superar grave lesão

Por Lance

João Paulo
João Paulo -
Rio - O Botafogo tem a chance de terminar o primeiro turno perto do G6. O Glorioso enfrenta o Ceará neste sábado, às 21h, na Arena Castelão, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro e pode, se vencer, terminar em sétimo. O duelo, porém, será ainda mais especial para João Paulo, que fará seu 100º jogo com a camisa alvinegra.
Contratado no começo de 2017 junto ao Santa Cruz, João Paulo, apesar de ter chegado sem holofotes, rapidamente se tornou um dos jogadores mais importantes do esquema de Jair Ventura, treinador da época. Não à toa, o meia foi presença constante na equipe titular durante todo o ano e alguns torcedores chegaram a pedir sua presença na Seleção Brasileira. Ao "LANCE!", o atual camisa 5 descreveu a emoção de fazer o centésimo jogo.

"Tenho muito orgulho de estar completando essa marca. É um momento marcante na minha carreira. Agradeço a todos do clube durante todo esse tempo que caminharam junto comigo", afirmou.

A boa fase de João Paulo, porém, foi interrompida no ano seguinte. Após um bom 2017, o meia sofreu uma grave lesão no começo de 2018, ao levar uma entrada de Rildo, então jogador do Vasco. Com isso, o jogador ficou afastado dos gramados por oito meses, mas nunca perdeu a esperança de retornar aos melhores dias. O atleta agradece pelo apoio do clube e da torcida na sua recuperação.
"Sempre falo que o nosso torcedor é fundamental para as nossas pretensões. Meu carinho é recíproco com todos eles, me deram muito apoio naquele momento da minha lesão. Foi importante para a minha recuperação", admitiu o jogador, sempre muito aplaudido pela torcida em todas as partidas.

O próprio Eduardo Barroca reconhece a importância do feito de João Paulo. O meia superou uma grave lesão para retornar e se consolidar no time titular, cumprindo uma função tática necessária. Em entrevista coletiva, o treinador comentou sobre a situação do atleta.

"É um jogador extremamente importante na questão de entendimento de jogo e comprometimento tático. O João Paulo lidera todos os quesitos de correr, é um cara que em todos os jogos que participa tem o maior volume. É um atleta que entrega muito trabalho para a gente. Depois da lesão que teve, ele ainda está no processo de ganhar confiança em algumas situações de jogo. É um cara que tenho confiança e gosto muito do trabalho dele. Ele nos ajuda fora e dentro de campo", analisou o comandante.
Partida contra o Nacional-URU é a mais especial - Foto: AFP
Com 26 pontos conquistados, o Botafogo está a quatro do Internacional, sexto colocado. Apesar de ocupar a 10ª colocação na tabela, o objetivo por uma vaga na próxima Libertadores pode se intensificar no segundo turno em caso de vitória. Além disto, a equipe de Eduardo Barroca iniciaria uma sequência de dois resultados positivos seguidos.

Prestes a completar o centésimo jogo, já que será titular no Castelão, João Paulo comentou qual foi sua partida mais marcante pelo Botafogo até aqui.

"O momento mais marcante foi no jogo contra o Nacional, na Libertadores de 2017, lá no Uruguai. Vencemos o primeiro jogo do mata-mata das oitavas e eu fiz o gol naquela partida", admitiu.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

João Paulo Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Partida contra o Nacional-URU é a mais especial Foto: AFP

Comentários