A preocupação continua: Botafogo é derrotado pelo Athletico-PR na Arena da Baixada

Furacão ainda desperdiçou um pênalti; derrota de 1 a 0 mantém alerta ligado em General Severiano

Por O Dia

Luiz Fernando. Athletico PR x Botafogo na Arena da Baixada. 17  de Novembro de 2019, Curitiba, PR, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. .Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Luiz Fernando. Athletico PR x Botafogo na Arena da Baixada. 17 de Novembro de 2019, Curitiba, PR, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. .Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. -

Curitiba - Se o Botafogo tivesse mordido mais o Athletico-PR, talvez pudesse arrancar um pontinho no jogo deste domingo, na Arena da Baixada. A derrota por 1 a 0, gol de Thonny Anderson, só faz piscar ainda mais o alerta de perigo em General Severiano. Nesta segunda-feira, a função do torcedor alvinegro é torcer contra o Cruzeiro, que pega o Avaí, para seguir afastado da zona de rebaixamento. O Glorioso é o 14º colocado.

Respeito ao dono da casa, limitação técnica,grama sintética... as justificativas para a postura defensiva do Botafogo são muitas. O time de Alberto Valentim só não sofreu gol no primeiro tempo por falta de capricho do Athletico-PR. O lado direito, de Fernando, foi uma avenida para os curitibanos. Aos 18, Khellven obrigou Diego Cavalieri a fazer bela defesa em cobrança de falta. No lance seguinte, pênalti para o Furacão: Igor Cássio tocou a mão na bola dentro da área. Marcelo Cirino chutou para fora.

O Botafogo não cresceu no jogo, mesmo com um Athletico-PR abatido após o pênalti perdido. A melhor chance alvinegra foi aos 43, quando Cícero cabeceou uma bola que passou perto da trave de Leo. A insegurança continuou a rondar o time do Botafogo no segundo tempo. A defesa, principalmente, vacilava demais na marcação. Assim, o Athletico-PR chegou ao gol, aos 13: Rony entrou na área como quis e tocou para Thonny Anderson. Ele recebeu na altura da marca do pênalti e bateu mascado, mas com força o suficiente para morrer na rede. O Botafogo sofreria outro golpe aos 22, se não fosse o VAR. Thiago Heleno marcou de cabeça, após escanteio, mas Bráulio da Silva Machado marcou impedimento de Cirino, que interferiu na jogada. 

O Athletico-PR recuou demais nos últimos 20 minutos de jogo, mas o Botafogo, perdido taticamente, não soube aproveitar. Aos 49 minutos, Diego Souza teve a última chance para empatar, mas chutou para fora. Foi a sétima derrota seguida do Glorioso como visitante neste Campeonato Brasileiro - a 19ª derrota na competição.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Luiz Fernando. Athletico PR x Botafogo na Arena da Baixada. 17 de Novembro de 2019, Curitiba, PR, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. .Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Vitor Silva/Botafogo
Luiz Fernando, do Botafogo, disputa bola com Márcio Azevedo VITOR SILVA/BOTAFOGO