Sócios ratificam aprovação da mudança do futebol do Botafogo para clube-empresa

Na Assembleia Geral Extraordinária, realizada no ginásio Oscar Zelaya, em General Severiano, na zona sul do Rio de Janeiro, 415 dos 425 votos no total foram favoráveis a essa ideia

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Montenegro está no grupo que planeja o futebol do Fogão para 2020
Montenegro está no grupo que planeja o futebol do Fogão para 2020 -
Rio - Os sócios votaram e aprovaram nesta sexta-feira, com uma vitória esmagadora, a continuidade do projeto da Botafogo S/A, que pretende separar o departamento de futebol da parte social do clube em 2020. Na Assembleia Geral Extraordinária, realizada no ginásio Oscar Zelaya, em General Severiano, na zona sul do Rio de Janeiro, 415 dos 425 votos no total foram favoráveis a essa ideia. Do restante, foram oito contra, um em branco e outro em nulo.

Presidente do Conselho Deliberativo, Edson Alves Júnior celebrou a decisão referendada pelos sócios alvinegros. "Mais um passo nesse momento histórico que vive o Botafogo. O quadro social entendeu que a aprovação do Conselho era necessária. Ela referendou essa aprovação, quase 98% de votos favoráveis. É mais um passo. A gente sabe que o caminho é longo e árduo, mas é um caminho de esperanças", disse.

A exemplo do que disse no último dia 12, quando o Conselho Deliberativo aprovou por unanimidade a Botafogo S/A, o dirigente falou em "dia histórico". "Graças a Deus, estamos tendo vários dias históricos para o Botafogo. É mais um dia histórico, sim. Dia muito relevante porque o poder maior do clube, que é a sua assembleia de sócios, está referendando e ratificando o que o Conselho Deliberativo aprovou. Isso é uma forma muito interessante do sócio botafoguense dizer: 'Eu acredito, sigam em frente'. É uma mensagem ao Conselho Direito: 'Sigam em frente, esse é o caminho, e vamos apoiar'", afirmou.

Sobre os passos seguintes a serem dados, Edson Alves Júnior afirmou não ser o mais indicado para tratar do tema. O líder do projeto dos investidores é Laércio Paiva. Ainda assim, o presidente do Conselho Deliberativo fez um breve resumo dos próximos capítulos da Botafogo S/A.

"Eu confesso que não sou a pessoa indicada para dizer isso. Era uma necessidade que houvesse essas aprovações. Segue a negociação junto aos investidores, a criação da SPE (Sociedade de Propósito Específico) e o aprofundamento do estudo do projeto para que o mais rapidamente possível tudo possa ser colocado em prática. E o Conselho Deliberativo e seus sócios estão a postos. Sempre que forem convocados para que novas etapas sejam concluídas, isso certamente irá ocorrer", completou.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários