Eduardo Barroca  - Vítor Silva/Botafogo
Eduardo Barroca Vítor Silva/Botafogo
Por O Dia
Rio - Ramón Díaz não chegou a comandar o Botafogo em nenhuma partida, porém, mesmo demitido a pouco tempo ele demonstra interesse no clube carioca. Em entrevista ao “Canal do TF”, o argentino aconselhou Eduardo Barroca nesse momento tão complicado que o clube carioca vive na temporada.
Publicidade
"O que posso aconselhar é que ele passe confiança, respaldo e tranquilidade aos jogadores e que faça algo diferente nessa situação. Jogar bem vai vir depois, mas agora precisa conseguir o resultado. E o resultado se conquista com muito trabalho, com a confiança dos jogadores. Todos esperamos que o Botafogo saia dessa situação. Vi o último jogo e é preciso mudança, todos precisam mudar para que o Botafogo saia dessa situação. O Botafogo tem grandes profissionais, jogadores e uma torcida muito grande", afirmou.
A situação do Botafogo no Brasileiro é desesperadora. De acordo com os cálculos do matemático Tristão Garcia, a equipe carioca tem 88% de risco de jogar a Série B no ano que vem. O Glorioso está na penúltima colocação da competição.
Publicidade
Internacional x Botafogo
Em situação delicada no Brasileirão, o Botafogo encara o Internacional, que briga pelas primeira colocações, no Beira-Rio, às 19 horas. Barroca terá problemas para escalar a equipe, principalmente a defesa por conta da suspensão de Marcelo Bevenuto e Rafael Forster, que estão suspensos. A equipe deverá ir para campo com: Diego Cavalieri; Marcinho, Kanu, Helerson e Víctor Luis; Zé Welison, Caio Alexandre e Bruno Nazário; Lucas Campos, Kalou e Pedro Raul.
Publicidade
O Glorioso vem de seis derrotas seguidas no Brasileiro, enquanto o Inter vive momento de instabilidade na  competição, porém, na última quarta-feira mostrou bom futebol ao derrotar o Boca Juniors, em Buenos Aires, apesar de ter sido eliminado da Libertadores nas cobranças de pênalti.