Botafogo encerra jejum e começa o Carioca com vitória sobre o Boavista

Alvinegro começou o ano com o pé direito, apesar da falta de entrosamento, e voltou a vencer após oito derrotas seguidas

Por bruno.novaes

Rio - No primeiro jogo oficial de 2015, o Botafogo finalmente deu fim ao jejum de gols. Após sete jogos sem marcar, o Alvinegro estreou no Carioca com vitória sobre o Boavista por 1 a 0 em São Januário, neste sábado. Após um fraco primeiro tempo, onde desmontrou falta de entrosamento, o time da Estrela Solitária melhorou na segunda etapa e conquistou o primeiro triunfo no ano.

Em sua estreia com camisa do Botafogo%2C o zagueiro Roger Carvalho garantiu a primeira vitória do anoAlexandre Brum

O gol da partida foi marcado pelo estreante Roger Carvalho. O zagueiro aproveitou escanteio cobrado por Carleto, subiu mais que todo mundo e desviou para o fundo da rede. A vitória também encerra uma sequência de oito derrotas seguidas do Alvinegro. O último triunfo havia sido sobre o Flamengo, em outubro do ano passado pela na 31ª rodada do Brasileirão.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Na próxima quarta-feira o Botafogo volta a campo e enfrenta o Volta Redonda, às 19h30, no Estádio Raulino de Oliveira. Já o Boavista recebe a Cabofriense na próxima quinta-feira, às 17h, em Saquarema.

O JOGO

Completamente reformulado, o Botafogo iniciou o Campeonato Carioca de forma lenta e demonstrando falta de entrosamento, mas mostrava muito mais disposição do que em 2014. Apesar da vontade dos jogadores, a equipe pouco criou no primeiro tempo e o jogo ficou morno na maior parte. O ponto alto foi quando o goleiro Jefferson aplicou uma linda caneta sobre o atacante Anselmo.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Apenas no fim da primeira etapa que o Alvinegro finalmente conseguiu chegar com perigo. Aos 43, a primeira chance de gol para o Botafogo. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Diego Jardel na entrada da área, mas o meia pegou mal e mandou para fora. No minuto seguinte, novamente com um escanteio, o zagueiro Renan Fonseca subiu e cabeceou com força para defesa de Dida.

Ainda sem entrosamento, o Botafogo demonstrou muita disposição e vontade na estreiaAlexandre Brum

Após um primeiro tempo fraco e sem muita chances, o Botafogo voltou para a segunda etapa mais agressivo. Aos seis minutos, o Alvinegro teve a melhor chance de gol. Após ótima jogada pela direita, o lateral Gilberto invadiu a área e finalizou na trave do goleiro Dida. No rebote, o atacante Bill pegou a sobra e chutou no travessão, que salvou novamente o arqueiro do Boavista.

FOTOGALERIA: Botafogo derrota o Boavista em São Januário

Chegando sempre bem pelas laterais, o Botafogo passou a pressionar e criar chances no ataque. Gilberto cresceu na partida e chegava com facilidade ao ataque. Aos 29, o lateral foi até a linha de fundo e cruzou para trás. Após a furada de Bill, Jobson dominou, driblou o zagueiro, mas finalizou em cima de outro defensor.

LEIA MAIS: Roger Carvalho exalta atuação no segundo tempo e comemora vitória

Aos 37, o Botafogo finalmente encerrou o jejum de sete jogos sem gol. Após cobrança de escanteio de Carleto, o zagueiro Roger Carvalho subiu muito e desviou para o fundo da rede: 1 a 0 para o Alvinegro.

O gol animou o Botafogo, que saiu em busca do segundo. Aos 41, Sassá fez ótima jogada pela direita, invadiu a finalizou com perigo ao gol de Dida. Aos 49, o Boavista quase chegou ao empate. Após boa jogada de Anselmo, o atacante finalizou com perigo, mas a bola saiu à direita do gol de Jefferson. Apesar da falta de entrosamento, o Alvinegro conseguiu começar o ano de 2015 melhor do que a última temporada.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1x0 BOAVISTA

Estádio: São Januário
Público e Renda: 4.512 pagantes/5.955 presentes/R$ 74.275,00
Árbitro: Philip Georg Bennett
Gols: Roger Carvalho (Botafogo, aos 37' do 2ºT)
Cartões Amarelo: Carleto (Botafogo) e Faísca, Thiaguinho (Boavista)
Cartões Vermelho: -

BOTAFOGO: Jefferson, Gilberto, Roger, Renan Fonseca e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Gegê (Fernandes, aos 21' do 2ºT) e Diego Jardel (Sassá, aos 36' do 2ºT); Pimpão (Jobson, aos 21' do 2ºT) e Bill. Técnico: René Simões.

BOAVISTA: Dida; Yago, Edmario, Bruno Costa e Jeferson Silva (Claúdio Pagodinho, aos 31' do 2ºT); Fabio Azevedo, Faísca, Francismar (Jéferson, aos 11' do 2ºT) e Erick Flores; Edu (Thiaguinho, aos 22' do 2ºT) e Anselmo. Técnico: Antônio Carlos Roy.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia