Com um jogador a mais, Flu dá vexame no Maracanã e vê o Z-4 se aproximar

Tricolor para em um guerreiro Vitória e cai uma posição

Por fabio.klotz

Rio - O Fluminense vai se complicando ainda mais no Brasileiro. Mesmo com um jogador a mais, o Tricolor vacilou e levou a virada do Vitória, neste domingo, no Maracanã, por 3 a 2. Agora, o Flu amarga uma sequência de sete jogos sem vencer (são quatro derrotas e três empates) e não consegue se distanciar da zona do rebaixamento. O clube ainda caiu uma posição: ocupa a 16ª, uma acima do Z-4.

Biro Biro lamenta%3A Flu tropeça no MaracaMárcio Mercante / Agência O Dia

O Tricolor tem 36 pontos, três a mais do que a Ponte Preta. A briga do Vitória é outra. O clube baiano sonha com o G-4. Na sexta colocação, com 47 pontos, o Rubro-Negro está a cinco da zona de classificação para a Copa Libertadores.

A torcida tricolor foi ao Maracanã (o público presente foi de 29 mil), mas viu outro time de guerreiros. O Vitória, mesmo com um homem a menos desde o início do primeiro tempo, lutou e foi recompensado com o triunfo.

Na próxima rodada, no domingo, o Fluminense faz o clássico com o Flamengo, no Maracanã, às 19h30. O Vitória entra em campo no mesmo dia, às 17h, e recebe o Corinthians.

O JOGO

O duelo era truncado quando o Fluminense ficou em vantagem numérica. Kadu entrou por cima e acertou Diguinho. O tornozelo do volante tricolor chegou a sangrar. Primeiramente, o árbitro Fabrício Neves Corrêa mostrou o amarelo, mas mudou e deu o cartão vermelho ao atleta do Vitória.

O clube baiano conseguiu abrir o placar mesmo com um homem a menos. Em chutão para o ataque, Dinei desviou e achou Marquinhos livre, que aproveitou desatenção da zaga tricolor. O meia-atacante chutou e fez 1 a 0. Em desvantagem, Luxemburgo fez a primeira mudança. O técnico colocou Marcos Junior no lugar de Diguinho. O Flu chegou ao empate rapidamente. Biro Biro fez jogada pela esquerda e cruzou para área. Ayrton fez contra. A arbitragem deu o gol para o atacante do Fluzão.

O Vitória recuou ainda mais. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas encontrava dificuldade para criar. Em uma rara chance, Sobis chutou, mas Wilson salvou. O Tricolor voltou para o segundo tempo com Felipe no lugar de Gum. Edinho foi para a zaga.

O Flu chegou à virada com Rafael Sobis. Felipe serviu Biro Biro. O atacante cruzou e viu Sobis empurrar para o fundo da rede: 2 a 1. O Vitória não se entregou e foi recompensado. Marquinhos chutou de fora da área, a bola desviou e obrigou Diego Cavalieri a espalmar. No rebote, Juan cabeceou e empatou o jogo.

O Vitória virou dois minutos depois. Juan desceu pela esquerda e cruzou para área. Marquinhos chutou cruzado e a bola sobrou para William Henrique marcar o terceiro do clube baiano: 3 a 2. Luxa fez a última substituição: Ronan no lugar de Igor Julião. O Rubro-Negro teve a chance de ampliar. Rafinha perdeu a bola, William Henrique acertou a trave. No rebote, livre, Marquinhos isolou. Tricolor tentou pressionar, mas Wilson salvou o time em chute de Biro Biro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia