Mais Lidas

Fluminense é liberado na Justiça e pode contar com Yony González

Tricolor conseguiu derrubar liminar do Real Noroeste e foi liberado para regularizar reforços contra o Americano

Por O Dia

O colombiano Yony González será o responsável pelos gols do Fluminense hoje à noite
O colombiano Yony González será o responsável pelos gols do Fluminense hoje à noite -

Rio - Na luta contra o tempo, o Fluminense conseguiu derrubar nesta quarta-feira a liminar que o impedia de fazer transferências nos sites da CBF e da Fifa. Com a decisão, a diretoria tricolor agiu rapidamente e regularizou Yony González, Marlon, Mateus Gonçalves, Caio Henrique, Nathan Ribeiro e Luiz Fernando, que podem ser aproveitados na partida desta quinta-feira contra o Americano, em Bacaxá.

Agora, o técnico Fernando Diniz conseguirá escalar o que considera seu Fluminense ideal no momento. Yony González e Marlon têm treinado entre os titulares, mas Mateus Gonçalves e Caio Henrique também devem ser utilizados durante o jogo.

Emprestados pelo Tricolor, Fernando Neto, no Paraná, e Wellington Silva, no Internacional, também foram beneficiados pela decisão na Justiça e finalmente estão liberados para atuar por seus clubes.

Toda a dificuldade encontrada pelo Fluminense para regularizar seus jogadores se deveu a uma liminar obtida pelo Real Noroeste, que cobra 20% da venda de Richarlison ao Watford. O clube do Espírito Santo havia conseguido o impedimento de qualquer transferência por parte do Tricolor nos sistemas da CBF e da Fifa, além de uma penhora de mais de R$ 10 milhões.

Mas na decisão de derrubar a liminar, o desembargador Robson Albanez, do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, afirmou não ser "razoável" o impedimento do exercício da profissão dos jogadores.

 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários