Fluminense vai pagar mais de R$ 22 milhões a Ganso

Com contrato de 5 anos, meia receberá salário acima do teto de R$ 150 mil, mas diretoria vê margem no orçamento

Por O Dia

Paulo Henrique Ganso vai vestir a camisa 10 tricolor
Paulo Henrique Ganso vai vestir a camisa 10 tricolor -

Rio - Com a saída de Gum e Júlio César, os maiores vencimentos do elenco em 2018, o Fluminense ganhou uma margem para estourar o teto de R$ 150 mil estipulado para os jogadores em 2019 e contratar Ganso. Para o acerto, a diretoria tricolor fez os cálculos e, apesar da crise financeira, viu possibilidade de incluir um salário mais alto no orçamento, e o meia vai receber cerca de R$ 300 mil nesta temporada.

Pelo acordo, o jogador aceitou reduzir o seu salário, que girava em torno de R$ 1,2 milhão no Sevilla, mas colocou como condição um contrato mais longo, em que receberá aumento após o primeiro ano. Ao todo, nos cinco anos, o Fluminense deve gastar mais de R$ 22 milhões com Ganso, fora 13º e outros encargos. A informação foi divulgada inicialmente pelo 'Uol' e confirmada pela reportagem.

Mesmo em crise financeira, o Fluminense aposta em Ganso para alavancar o programa de sócio-torcedor, o que iria contribuir para o aumento das receitas do clube. Além disso, nas contas tricolores, há também o dinheiro a receber do Corinthians pela venda de Sornoza (cerca de R$ 1 milhão)  e a esperança de assinar com um patrocinador master após a repercussão positiva do novo reforço.

Comentários