Mais Lidas

Confira as atuações dos jogadores do Fluminense na classificação da Copa do Brasil

Por O Dia

RODOLFO: Sem muito trabalho, foi bem nas poucas vezes em que foi exigido.

NOTA 7

GILBERTO: Com pouca exigência na marcação, poderia ter sido mais efetivo no

apoio ao ataque. Mas não comprometeu. NOTA 7

MARCOS CALAZANS: Entrou no fim para dar mais dinâmica ao ataque. Se

esforçou, mas não a ponto de o Flu chegar ao quarto gol. NOTA 6

DIGÃO: Soberano diante de adversários pouco incisivos na busca pelo gol. Ainda

se aventurou no ataque. NOTA 7

MATHEUS FERRAZ: No mesmo nível de Digão, ainda comandou com maestria o

posicionamento da defesa tricolor. NOTA 7

CAIO HENRIQUE: Outro que foi pouco exigido na marcação. Boas investidas

ofensivas. NOTA 8

AIRTON: Pareceu meio perdido ao não ser tão exigido no combate direto. Ainda

criou algumas jogadas. NOTA 7

BRUNO SILVA: Mesmo diante de um adversário com pouca força de ataque,

exagerou nas divididas e, para manter o hábito, levou um cartão amarelo bobo.

NOTA 5

GANSO: Com liberdade, deu bons passes, bateu falta com perigo e desencantou,

ao fazer, de barriga, seu primeiro gol com a camisa tricolor. Cansado, saiu no

fim, sob aplausos da torcida, mas com dores na coxa esquerda. NOTA 8

DANIEL: Entrou e manteve o ritmo ofensivo da equipe, que seguiu em busca de

mais gols. NOTA 6,5

LUCIANO: Movimentação constante e muita disposição. Fez um gol de puro

oportunismo. NOTA 7

EVERALDO: Um gol e a habitual correria. Boa opção ofensiva. NOTA 7

YONY GONZÁLEZ: Surpreendentemente, pouco criou diante de uma defesa tão

frágil. Isolado e dispersivo, mal pegou na bola. NOTA 5

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários