Presidente do Fluminense afasta Celso Barros de delegação para jogos do Brasileirão

Vice polemizou ao dizer que gostaria da saída de Marcão

Por O Dia

Mário Bittencourt e Celso Barros divergem sobre permanência de Marcão
Mário Bittencourt e Celso Barros divergem sobre permanência de Marcão -
Rio - Após fortes declarações dadas, na última segunda-feira, Celso Barros, vice-presidente do Fluminense, foi cortado da delegação e não viajará para as partidas contra o São Paulo, na próxima quinta-feira, e Internacional, no domingo. A decisão foi tomada por Mário Bittencourt, presidente do clube carioca. As informações são do "globoesporte.com".
Celso Barros fez um post em suas redes sociais em que colocava a culpa da situação do Fluminense na tabela do Campeonato Brasileiro em Fernando Diniz, antigo comandante do clube, que hoje está no São Paulo. Além disso, em entrevista ao "globoesporte.com", o dirigente ainda afirmou que era a favor da saída de Marcão do cargo de treinador do Fluminense. Veja a publicação feita por Celso Barros:
O Tricolor das Laranjeiras encara o São Paulo, na próxima quinta-feira, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Morumbi. O clube está na 17ª colocação com 31 pontos.

Galeria de Fotos

Mário Bittencourt e Celso Barros divergem sobre permanência de Marcão Lucas Merçon/Fluminense
Celso Barros LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE

Comentários