Após dura sequência, Fluminense segue com a mesma meta

Com quatro pontos em quatro rodadas, Tricolor precisa de pelo menos a metade dos pontos nos seis jogos que restam

Por O Dia

Técnico Marcão terá missão difícil na reta final do Brasileiro
Técnico Marcão terá missão difícil na reta final do Brasileiro -

Com a derrota para o Internacional por 2 a 1, o Fluminense encerra uma dura sequência no Campeonato Brasileiro praticamente na mesma situação que antes. Após três jogos fora de casa e um clássico, o Tricolor somou quatro pontos e o risco de rebaixamento segue real. Olhando para o copo meio cheio, uma improvável vitória sobre o São Paulo no Morumbi manteve o time vivo na luta contra a queda. Entretanto, a missão segue delicada: o Tricolor precisará de 50% de aproveitamento — ou até mais, dependendo dos adversários —, nas seis rodadas que restam.

Quando faltavam dez jogos, o Fluminense precisava de cinco vitórias para chegar aos 45 pontos e se livrar sem sustos. Desde então, pegou Ceará, Vasco, São Paulo e Internacional. Após a derrota para os cearenses (2 a 0), o Tricolor entrou na zona de rebaixamento e só conseguiu sair graças à vitória sobre os paulistas (2 a 0). Quatro pontos nessa sequência eram possíveis, mas há a sensação de que poderia ter sido mais, principalmente pelas chances perdidas no clássico (0 a 0) e pela atuação de igual contra os gaúchos.

"É um momento-chave, onde todas as equipes estão precisando pontuar. Essa regularidade que estamos buscando. Conseguir levar pontos para o Rio foi importante nessa sequência contra São Paulo e Internacional. Saímos com a sensação de que poderíamos ter levado mais, mas também estamos mais fortes", avaliou Marcão.

Os pontos a mais fazem falta para dar maior tranquilidade. Afinal, com 34 pontos, o Fluminense precisa de mais nove para chegar aos 43, número que pode impedir a queda, segundo alguns matemáticos. Entretanto, o ideal é fazer mais 11 para não depender de outros resultados. Com três jogos em casa (Atlético-MG, Palmeiras e Fortaleza) e três fora (CSA, Avaí e Corinthians), o Tricolor precisará de uma regularidade que ainda não encontrou. 

Para o primeiro jogo decisivo, contra o Atlético-MG, no Maracanã, o técnico Marcão não poderá contar com Caio Henrique, que estará com a seleção olímpica.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários