Nenê elogia Odair Hellmann e brinca: "Achei que era bem mais bravo"

Meia diz que novo técnico tricolor tem um estilo bem paizão e, aos 38 anos, ainda não pensa em aposentadoria

Por O Dia

Nenê, de 38 anos, ainda não pensa em aposentadoria:
Nenê, de 38 anos, ainda não pensa em aposentadoria: "Pelo menos mais dois anos acho que dá para jogar" -
Rio - Provável titular na estreia do Fluminense no Campeonato Carioca, no domingo, contra a Cabofriense, em Bacaxá, Nenê contou ter se surpreendido com o estilo do novo técnico tricolor, Odair Hellmann.
"Achava que ele era bem sério para te falar a verdade, mas se mostrou um cara bem paizão. Tem esse jeito de cobrar bastante, mas a pessoa em si dele é muito bacana, no dia a dia se importa com todo mundo. Ele se preocupa muito com a parte humana do jogador e acabou sendo uma grata surpresa", afirmou. O meia até brincou: "Achei que era bem mais bravo (risos). Tem essa de paizão, de estar com todo mundo, mostrar a importância de cada um. Foi bem legal".
Aos 38 anos, Nenê contou ainda que não pensa em aposentadoria: "Não pensei ainda, não. Está muito cedo ainda. Estou muito novo, fica tranquilo (risos). Pelo menso mais dois anos acho que dá para jogar, os testes esse ano acredito que estavam à altura dos moleques mais novos, então não penso nisso agora".
Nenê destacou ainda a chegada de reforços mais experientes como Hudson, de 31 anos, Henrique, de 34, e Egídio, de 33, lembrando ainda a importância de mesclar com jogadores jovens: "Acho que isso pode ajudar muito. Mas também, só com jogadores experientes acaba não tendo uma jogada de velocidade e tudo. O legal é mesclar experientes com jovens para ter a intensidade que o professor pede para a gente. E também com a experiência saber o que precisa, em momentos do jogo ter sabedoria de fazer as coisas da melhor maneira".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários