Odair explica formação e diz que Fluminense tem que 'se acostumar com a vitória'

Tricolor goleou o Madureira neste domingo

Por Lance

Odair Hellmann, do Fluminense, está pressionado no cargo
Odair Hellmann, do Fluminense, está pressionado no cargo -
Rio - O Fluminense entrou em campo cheio de mudanças para enfrentar o Madureira, neste domingo. A equipe de Odair Hellmann saiu atrás, mas funcionaram tanto as novidades no titular, como as mexidas do técnico no segundo tempo, e o Tricolor goleou por 5 a 1 no Maracanã, pela primeira rodada da Taça Rio.

O Fluminense foi a campo com Hudson e Yuri volantes, e Marcos Paulo e Yago Felipe como meias. No segundo tempo, Miguel substituiu Yuri e se destacou atuando mais recuado. Normalmente cobrado por soltar mais o time, Odair explicou suas ideias de jogo e disse pretende construir a melhor equipe enquanto busca vence o estadual.

"A gente está visando o Carioca para buscar o título. Dentro dessa busca, vamos construindo a equipe. Porque em 40 dias, é uma construção. Muitos jogadores.. Estamos jogando em um 4-4-2, com dois armadores, dois atacantes, dois laterais apoiadores. E para você ter um time equilibrado, você precisa ter dois jogadores de proteção por trás desses armadores. Porque, se não, você defende só com três. Em um confronto nivelado, de Brasileirão, por exemplo, defender com três é um muito perigoso. Em algum momento, pela variação, estamos até liberando mais um do meio-campo. É uma equipe de característica técnica. Estamos ajustando para que esses jogadores tenham liberdade sem tomar contra-ataque toda hora. Essa é a ideia central", explicou Odair.
O técnico também falou sobre o regulamento e a chance de classificar para a final com a melhor pontuação geral, sem precisar ganhar a Taça Rio.

"Por coincidência, falei sobre isso na preleção de hoje. O Fluminense, grande como é, precisa jogar todos os jogos buscando a vitória Tem que se acostumar com ela, gostar dela, querer ela, brigar por ela em todos os sentidos. Quando perder, no jogo seguinte, querer ainda mais recuperá-la. E assim vai gerando confiança no trabalho, no dia a dia, no torcedor... Essa simbiose vai criando uma clima positivo. A classificação é objetivo principal. Se fizer a pontuação, tem grande chance de acontecer isso. Mas, como eu digo, nunca podemos pensar lá na frente antes de pensar no Resende semana que vem."

Contra o Madureira, foram dois gols de Evanilson e dois de Marcos Paulo, ambos crias de Xerém, antes de Hudson fechar o placar. Odair comentou o aproveitamento dos jovens:

"A gente fica feliz quando consegue oportunizar os jogadores da base, e eles também conseguem dar uma boa resposta para seguir recebendo oportunidades. São de fundamental importância, o Fluminense tem esse grande trabalho em Xerém. E tem ainda o sub-23. Vamos ter reuniões com o pessoal da base para aumentar essa integração."

O time das Laranjeiras agora volta suas atenções para a Copa do Brasil. A equipe carioca recebe o Botafogo-PB na quarta-feira, às 19h15, no Maracanã. Pelo Carioca, também em casa, o Tricolor enfrente o Resende no próximo domingo, às 18h.

Comentários