Vasco faz lição de casa para surpreender o São Paulo

Jorginho aprova semana livre para corrigir os erros e encarar o Tricolor do Morumbi

Por O Dia

Jorginho está otimista com as contratações e acha que o time vai crescer
Jorginho está otimista com as contratações e acha que o time vai crescer -

São Paulo - Em busca de equilíbrio no Campeonato Brasileiro, o Vasco se espelha na convincente vitória sobre o Grêmio, na penúltima rodada. Mas também deseja corrigir as falhas cometidas na goleada sofrida para o Corinthians, no domingo, para mostrar que pode vencer o vice-líder São Paulo, às 16h, no Morumbi.

"A semana (livre) foi importante para corrigir esses erros. Tomamos gols com posicionamento errado. É questão de atitude, de se posicionar e se organizar. Não podemos jogar bem no primeiro tempo e nos perder no segundo. Isso foi muito cobrado e trabalhado", destacou Jorginho.

Animado com as contratações do Vasco (Oswaldo Henríquez, Leandro Castan, Lenon, Vinícius Araújo e Maxi López), o treinador vislumbra um novo momento para a equipe na competição. Em 12º lugar, com 19 pontos, o Cruzmaltino sonha com voos mais altos. Dos reforços recém-contratados, Henríquez está à disposição e será o substituto de Breno, suspenso, contra o São Paulo.

Ao lado de Ricardo, ele tem o desafio de apagar a má impressão deixada na derrota de 4 a 1 para o Corinthians. Em 2018, a equipe sofreu 66 gols em 42 jogos. No reencontro com Nenê e Diego Souza, Jorginho crê que o trabalho desenvolvido mudará a estatística.

"É um desafio. Temos que mudar essa história, e é isso que estou trazendo para eles. Temos condições de mudar isso. Temos que ter todo um cuidado com o Breno, com o joelho. Já conversei com ele sobre o cartão. Mas temos um jogador experiente como o Henriquez, que organiza bem, fala bastante", disse Jorginho.

De contrato renovado até o fim de 2019, Thiago Galhardo ganhou a vaga de Wagner e será uma das novidades no Morumbi. Maxi López não foi relacionado e a provável estreia foi adiada para o jogo contra a LDU-EQU, quinta-feira, pela Sul-Americana.

Comentários