Alberto Valentim faz mudanças para o Vasco voltar a vencer

Perto do Z-4 após derrota para o Santos, time terá novidades contra o América-MG

Por

Observado pelo técnico Alberto Valentim, o atacante Maxi López puxa mais um contra-ataque no treino
Observado pelo técnico Alberto Valentim, o atacante Maxi López puxa mais um contra-ataque no treino -

Minas Gerais - A péssima impressão deixada na derrota de 3 a 0 para o Santos, sábado, no Maracanã, mexeu com os brios do Vasco. Com o risco de entrar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro após 16 meses, o Cruzmaltino, 16º colocado, com 24 pontos, tem um confronto direto com o América-MG, em 12º, com 26, nesta quinta-feira, às 20h, no Independência. Sem dar pistas, o técnico Alberto Valentim promete mudanças.

"Vou mudar algumas peças. Mas não só isso. Precisamos de uma mudança de postura. Precisamos levar para o jogo contra o América-MG o que treinamos nestes dias", disse Valentim, consciente de que o Vasco tem a obrigação de se reabilitar hoje à noite.

Para afastar a crise que ronda São Januário, o grupo iniciou, domingo à noite, um regime de concentração. Recém-chegado, Valentim sentiu a necessidade de passar mais tempo com os jogadores na tentativa de acelerar as correções a serem feitas.

REFORÇOS RELACIONADOS

Misterioso sobre os planos para o decisivo duelo em Belo Horizonte, Valentim deve confirmar a volta de Ramon, recuperado de lesão muscular, após quatro rodadas. O treinador também relacionou os reforços recém-chegados: o zagueiro Lucas Kal, ex-São Paulo, e o volante Willian Maranhão, ex-Santa Cruz.

Em situação delicada, o Vasco trabalha para responder positivamente às cobranças da torcida, que, independentemente das peças no tabuleiro, quer imediata mudança de postura em campo principalmente hoje, contra o América-MG, e domingo, diante do Vitória, que estão perto do Z-4.

"Quando conseguimos repetir os 11, isso facilita. Mas não podemos achar desculpas. Temos que colocar em prática o fazemos nos treinos", afirmou Valentim.

 

Comentários