Ex-jogador do Vasco teria sido morto a pauladas

Valdiram, de 36 anos, vivia como morador de rua

Por O Dia

Valdiram
Valdiram -

São Paulo - Um dia após a morte de Valdiram, a Polícia Civil de São Paulo prendeu três suspeitos de participação no assassinato do ex-jogador. Além isso, de acordo com o Boletim de Ocorrência, o ex-atacante do Vasco tinha sinais de ferimentos provocados por pauladas. As informações são do portal "UOL". O corpo de Valdiram foi encontrado em uma rua do bairro de Santana, na zona norte de São Paulo.

"O caso foi registrado como homicídio simples no 13° Distrito Policial (Casa Verde) e é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio de inquérito policial. Três suspeitos de participação no crime foram presos na manhã deste domingo (21) e estão sendo ouvidos pela autoridade policial", disse a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo através de nota.

O ponto alto de Valdiram no futebol foi em 2006, quando ele foi artilheiro da Copa do Brasil pelo Vasco. Nos últimos anos, ele passou a viver nas ruas e sofria com a dependência química. Em 2015, após se converter evangélico, recebeu nova oportunidade no clube carioca, mas teve uma recaída e voltou às ruas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários