Por O Dia

Rio - Um dos destaques da campanha do Bangu no Campeonato Carioca, o volante Marcos Júnior estreou no Vasco no empate em 1 a 1 com o Fortaleza, no Castelão, e logo na equipe titular. Mas o próprio jogador considerou sua participação discreta e contou que o técnico Vanderlei Luxemburgo conversou com ele para que ele repita o mesmo futebol apresentado pelo time de Moça Bonita no Estadual.

"O que ele e os companheiros falaram foi para ficar à vontade, fazer o que fiz no Bangu, até porque vim para cá pelo o que fiz lá. Chegar aqui, ficar à vontade e fazer o que fiz antes", contou Marcos Júnior, analisando sua estreia: "Foi um pouco tímida ainda. Mostrei um pouco quem é o Marcos Júnior, mas acredito que possa mais. No começo ainda comentei com o Lucas Mineiro que fiquei um pouco tímido, com medo de errar. Mas acredito que no próximo jogo vou estar mais solto para ajudar a equipe".

O volante também lamentou a saída de Maxi López: "Todos gostavam bastante do Maxi. É um cara que era bastante de grupo, sim. Estava há pouco tempo, mas dava para perceber. Ele me abraçou, como tinha abraçado outros. Vai fazer falta, mas esperamos que siga a vida dele, e o Vasco vai seguir aqui. Que assim seja".

Ainda sem vencer no Brasileirão, o Vasco volta a jogar no domingo, no clássico diante do Botafogo, às 11h, no Engenhão.

 

Você pode gostar
Comentários