Vanderlei Luxemburgo: reação - Gilvan de Souza / Agencia O Dia
Vanderlei Luxemburgo: reaçãoGilvan de Souza / Agencia O Dia
Por Lance
Rio - Não é segredo que o Vasco está em busca de alternativas para o ataque, tanto no mercado, quanto dentro do próprio elenco. Fora de campo, a diretoria trabalha para trazer um novo centroavante. O equatoriano Anangonó, de 30 anos, foi sondado, mas a negociação esfriou. Enquanto isso, Vanderlei Luxemburgo estuda opções com os jogadores que tem à disposição.

Nos últimos dois amistosos do Vasco, durante a parada para a Copa América, Valdívia foi a bola da vez. Na última terça-feira, no amistoso contra o Madureira, atuando como um 'falso 9', o jogador marcou dois dos três gols da vitória cruz-maltina por 3 a 0. No último sábado, na partida contra o Rio Branco, em Cariacica-ES, o atleta de 24 anos voltou a ocupar a posição de referência no ataque, ao lado de Rossi, o ponta-direita, e Marrony, o ponta-esquerda.

"O Valdívia, eu jogo com ele de forma diferente. Tenho feito experiências e ele é um meia que eu estou colocando como atacante, flutuando, com dois "caras" de lado. Já com o Tiago, os atacantes de lado voltam mais e ele fica adiantado. Muda um pouquinho a característica de jogo, mas preciso ter alternativas, para poder mudar a equipe de acordo com o adversário que vou enfrentar", explicou Vanderlei Luxemburgo, no Espírito Santo.

Falando em Tiago Reis, o garoto é outra opção para ocupar o centro do ataque da Colina. Após iniciar a carreira profissional de maneira fugaz, marcando gols importantes, como na semifinal da Taça Rio, contra o Bangu, e diante do Flamengo, na final, o jogador de 19 anos enfrenta queda de rendimento, natural para a idade. Nos cinco jogos que Marcos Valadares teve no comando vascaíno, o jovem sequer teve oportunidades.

Com Luxemburgo, primeira vitória do Vasco do Brasileirão, contra o Internacional, Reis voltou a encontrar as redes, mas ainda sim, pegou pouco na bola e foi substituído aos 16 do segundo tempo. Diante do Rio Branco, no fim de semana, o centroavante marcou, dessa vez pelo time reserva, no segundo tempo. O comandante falou o que espera do jovem para a sequência do Campeonato Brasileiro:

"Tem potencial, mas preciso que ele seja mais participativo no jogo. Está bem, fez um gol, mas quero ver ele participar mais, ser mais intenso. Estamos trabalhando para ele possa ganhar na parte física, encorpar, ganhar mobilidade, força, porque ele tem faro de gol quando a bola chega para ele. A primeira divisão é difícil de jogar, espaço reduzidos. É complicado. Temos que ter cuidado para não queimar. Ao mesmo tempo que vocês cobram a presença, cobram a ausência dele, porque o futebol é assim. Paciência. Tem talento, mas temos que ter calma".

Tempo não vai faltar para Vanderlei Luxemburgo estudar as opções ofensivas e encontrar a melhor versão do Vasco. Isso porque o Cruz-maltino volta a campo pelo Campeonato Brasileiro somente no dia 17 julho, às 17h, em Porto Alegre, para enfrentar o Grêmio.