Atacante Thalles, do Vasco, morreu em acidente de moto  - Paulo Fernandes/ Vasco
Atacante Thalles, do Vasco, morreu em acidente de moto Paulo Fernandes/ Vasco
Por Lance
Rio - Um dos jogadores mais próximos do atacante Thalles, morto no último dia 22, o lateral-esquerdo Henrique foi dos mais emocionados no último sábado. Na partida contra o Rio Branco, o Vasco prestou um minuto de silêncio e entrou com um símbolo de luto na camisa.

"Foi bem difícil, não só pra mim, mas para todos os torcedores que acordaram naquela manhã e receberam a notícia. Foi muito triste. Eu lembro, chego até a me arrepiar porque na noite anterior eu falei com com ele. Sabia que ele estava no Rio. Nós temos um grupo com o pessoal da antiga. Ele respondeu do jeito dele, mandando áudio", revelou ao site oficial do Vasco.

Henrique e Thalles foram promovidos ao time profissional do Vasco em 2013, e já eram dos próximos nas categorias de base. Enquanto o lateral permaneceu no Cruz-Maltino e, atualmente, é reserva, o atacante estava emprestado à Ponte Preta.

"Na hora que peguei a camisa foi a primeira coisa que vi (o símbolo). Vou guardar essa camisa. Peguei duas, vai ficar no meu guarda-roupa. O Thalles era um irmão, um amigo, estudamos, passamos a base inteira juntos e conseguimos realizar o sonho de jogar profissionalmente pelo Vasco. Ficam os meus sentimentos para a família. Sei que nada vai confortar o coração deles. Só eles sabem a dor. Eles estão sofrendo mais que todos. Deixo todo meu apoio e minha solidariedade a família dele. Ele foi um amigo, um irmão que tive e vou levar no meu coração pra sempre", completou.