Brasilia (DF), 02/02/2019 - Vasco x Fluminense - Yago Pikachu do Vasco comemora seu gol durante partida Vasco e Fluminense pela 5ª rodada do Campeonato Carioca 2019, no Estádio Mané Garrincha, neste sábado 02. Foto: Adalberto Marques/DiaEsportivo/Estadão Conteúdo - Adalberto Marques/DiaEsportivo/Estadão Conteúdo
Brasilia (DF), 02/02/2019 - Vasco x Fluminense - Yago Pikachu do Vasco comemora seu gol durante partida Vasco e Fluminense pela 5ª rodada do Campeonato Carioca 2019, no Estádio Mané Garrincha, neste sábado 02. Foto: Adalberto Marques/DiaEsportivo/Estadão ConteúdoAdalberto Marques/DiaEsportivo/Estadão Conteúdo
Por Lance
Foi o sexto gol na temporada. Com o último, marcado no amistoso contra o Foz do Iguaçu, no último sábado, Yago Pikachu entrou definitivamente na história e se tornou, de forma isolada, o maior lateral artilheiro do Vasco. Ele ultrapassou Felipe, o Maestro, e soma 34, agora. Por coincidência, ambos atuaram durante períodos relevantes de suas carreiras de forma mais avançada. O paraense iniciou a carreira no Paysandu, e explica o período na ponta direita.

"Sempre deixei claro a minha posição de origem, que é a lateral. Mas, realmente, acho que 80% dos jogos que fiz no Vasco foram no meio-campo. Não tenho dificuldade alguma, no Paysandu eu joguei alguns jogos no meio-campo. Aqui, foram vários jogos na linha da frente também. O Vanderlei chegou, me colocou na lateral, e eu tive tempo de readaptação. Esse período de parada (no Brasileirão) foi importante para voltar, porque ao jogar ali dificilmente você vai chegar na cara do gol como no meio-campo, requer mais atenção na marcação", explicou Pikachu, e completou.

"É importante para me condicionar na parte defensiva, que venho me cobrando porque, na frente, às vezes eu não voltava tanto para ajudar, e jogando na linha de quatro, o primeiro compromisso é ajudar na marcação. E assim que tiver oportunidade, ajudar na direita para surpreender os adversários ali na frente", finalizou.

Pikachu está com a delegação vascaína em Foz do Iguaçu. O Cruz-Maltino ficá na cidade paranaense até sexta-feira, véspera da partida com o Grêmio, no retorno da principal competição do país.