'Mordido', Vasco evita cobranças a Gaciba em dia de palestra sobre o VAR

Chefe da Comissão de Arbitragem manteve a rotina de visita aos clubes para explicar práticas do novo sistema

Por O Dia

Vanderlei Luxemburgo se irritou com a arbitragem no domingo
Vanderlei Luxemburgo se irritou com a arbitragem no domingo -
Rio - Em 'pé de guerra' com o VAR, o Vasco recebeu nesta quarta-feira a visita de Leonardo Gaciba, chefe da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A motivação da palestra, já realizada em outros clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, foi explicar o funcionamento e os critérios adotados pelo árbitro de vídeo.
Na condição de anfitrião, o Vasco não se manifestou durante o encontro e evitou críticas e cobranças a Gaciba em relação aos jogos em que se sentiu prejudicado. No último domingo, no empate por 1 a 1, em São Januário, o árbitro Leonardo Daronco foi muito criticado pela torcida. Leandro Castan reclamou do agarrão de Bruno Guimarães dentro da área, mas a jogada nem sequer foi revisada pela arbitragem de vídeo.
No fim do jogo, Raul teve um gol da virada do Vasco anulado. Dessa vez, Daronco consultou o VAR e assinalou uma falta de Henríquez sobre o goleiro Santos no início da jogada. Muito contrariado, o técnico Vanderlei Luxemburgo reclamou da falta de sensibilidade do árbitro de vídeo, justificando que o contato involuntário, muitas vezes, é inevitável no futebol.
No entanto, o VAR, no mesmo jogo, confirmou o pênalti de Rony após o desvio com o braço na falta cobrada por Danilo Barcellos, que converteu a penalidade na sequência.
Em julho, o Vasco recorreu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) tentou a impugnar a derrota por 2 a 1 para o Grêmio, em Porto Alegre, apontando erros procedimentais do árbitro Rodolpho Toski na anulação do segundo gol de Yago Pikachu, quando o jogo estava 1 a 0 para o Cruzmaltino. Focado no Brasileiro, o Vasco torce por jogos sem erros ou polêmicas até a 38ª rodada.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários