Com cachorro-quente em disputa, Marcos Júnior e Rossi devem ser as novidades contra o Santos

Em tom bem-humorado, Rossi 'cobrou' o amigo pela assistência para o gol da vitória contra o Galo

Por O Dia

Marcos Júnior deve ganhar uma nova chance no meio de campo com a suspensão de Raul
Marcos Júnior deve ganhar uma nova chance no meio de campo com a suspensão de Raul -
Rio - Eles saíram do banco de reservas para decidir a vitória do Vasco, de virada, sobre o Atlético-MG, no Independência, e agora terão a chance de resolver durante os 90 minutos do confronto com o Santos, neste sábado, às 17h, em São Januário. Depois da breve 'barração', Marcos Júnior e Rossi deverão ser as apostas de Vanderlei Luxemburgo rumo ao projeto 'topo da tabela'.
Com 27 pontos, o Vasco criou a maior 'gordura' de distância da zona de rebaixamento no Brasileiro. Ao vencer um adversário de camisa, fora de casa, o Vasco confirmou o momento de consolidação. E sem perder o foco ou a descontração, crê na sintonia da bem-humorada dupla. De pênalti, Rossi empatou o jogo com o Galo e acertou um belo lançamento para o gol de Marcos Júnior, de virada, aos 48 minutos do segundo tempo. Foi o suficiente para cobrar um cachorro-quente ao amigo nas redes sociais.
"Eu falei que ele pode cobrar até dois depois desse passe que ele acertou", disse, Marcos Júnior, aos risos.
O bom-humor não interfere na autocrítica da dupla, que reconheceu a queda de produção e, portanto, justa a barração na quarta-feira passada. No entanto, a decisiva atuação promete impactar a decisão final do técnico Vanderlei Luxemburgo. Com a suspensão de Raul, Marcos Júnior é o mais cotado para iniciar o confronto com o Santos, assim como o 'frenético' Rossi, no lugar de Marrony.
"Nenhum jogador trabalha para estar no banco. Vinha jogando como titular, mas também não vinha de uma boa sequência. Graças a ele (Luxemburgo), pude entrar e ajudar meus amigos. Se for da vontade dele me colocar, estarei pronto para ajudar Vasco", disse Marcos Júnior.

Comentários