Para derrubar jejum em casa, Vasco poder de superação é arma para não decepcionar a torcida

Luxa não descarta mudanças para renovar fôlego da equipe, que não vence na Colina há três jogos

Por O Dia

'Pijama trainning' é a aposta de Luxa para superar o cansaço do grupo e a falta de tempo para treinar
'Pijama trainning' é a aposta de Luxa para superar o cansaço do grupo e a falta de tempo para treinar -
Rio - De volta para casa, o Vasco enfrenta o Fortaleza neste domingo, às 16h, com a missão de 'reconquistar' São Januário depois dos seguidos tropeços, na derrotas para Bahia (2 a 0) e Santos (1 a 0) e no empate com o Atlhetico-PR (1 a 1). A vitória sobre o São Paulo, por 2 a 0, foi a última em território.
Nos sete jogos que mandou na Colina, o Cruzmaltino levou ao estádio mais de 140 mil torcedores e iniciou a arrancada que o tirou da zona de rebaixamento no Brasileiro. No entanto, os resultados inesperados em casa frearam a escalada na tabela e, consequentemente, os planos mais ousados.
Por ora, a meta é aumentar a 'gordura' de distância do Z-4, mostrando quem manda em São Januário. Sob o comando de Luxa, o Vasco soma quatro vitórias, dois empates e duas derrotas na Colina.
Entre o confronto com o Avaí e a viagem de volta para o Rio, o treinador teve apenas um dia para trabalhar e repassar os erros e acertos da última rodada. A volta do capitão Leandro Castan é um importante reforço, mas para encerrar o jejum e voltar a vencer a pontaria precisa ser calibrada.
"Já falei para eles (jogadores) terem um 'pijama training', porque o Fortaleza é muito bem treinado. Vamos jogar em casa e superar nossas dificuldades, nosso estado atlético, e eu posso fazer algumas mudanças nesse sentido de sequência de jogos, colocar um jogador mais fresco", disse Luxa, após o empate com o Avaí, sem revelar maiores pistas.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários