Ex-atacante do Vasco critica filho de Eurico Miranda: 'Nunca vai ser igual ao pai'

Campeão da Copa do Brasil pelo clube, o jogador revelou problema com o ex-dirigente

Por O Dia

Euriquinho
Euriquinho -
Rio - Com duas passagens pelo Vasco, o atacante Éder Luis, campeão da Copa do Brasil pelo clube em 2011, revelou problemas com um ex-dirigente da equipe na última passagem pelo time, em 2017. De acordo com o jogador, em entrevista ao jornalista André Marques, 'Euriquinho', o filho do ex-presidente Eurico Miranda, o excluiu do elenco. Segundo o atleta, o ex-dirigente quer ser igual ao pai.

"Eu poderia ter feito um pouco mais se não tivesse vivido o ano com problema com uma pessoa que eu não nada a dever, que é o filho do presidente, o Euriquinho. Ele tomou raiva de mim sem eu ter feito nada, tentou me excluir, não deixou muitas vezes treinador me levar para os jogos. O pai dele, fantástico, mas ele nunca vai ser o pai, e quer ser. Não apagou a alegria que tive com o Vasco", disse Éder Luis.

Na primeira passagem pelo Vasco, de 2010 a 2013, Eder Luis foi peça-chave da conquista da Copa do Brasil em 2011. Em 2015, retornou a equipe, mas não teve o mesmo desempenho e sucesso. Deixou o clube em 2017, somando um total de 210 partidas e 30 gols nos dois períodos em que esteve na equipe. Eder Luis também somou passagens por Atlético-MG, São Paulo, Benfica, Al Nasr, RB Brasil, Ceará, São Bento e Guarani.

Comentários