Ex-volante do Vasco dispara: 'O Brasil é o país mais racista do mundo'

Ex-jogador lamentou a necessidade debater o tema atualmente

Por O Dia

Bernardo, ex-Corinthians e Vasco
Bernardo, ex-Corinthians e Vasco -
Rio - Convidado do 'Donos da bola' desta quarta-feira, o ex-volante Bernardo comentou sobre diversos assuntos. Dentre eles, o racismo. Bernardo afirmou que o Brasil é o país mais racista do mundo lamentou a necessidade de debater o tema atualmente e refletiu sobre o espaço dos negros no país.
"É lamentável que, nos dias de hoje, a gente ainda esteja debatendo este tema. Acho que isso é o pior de tudo. É a prova de que o racismo está aí, que nunca deixou de existir", opinou o ex-jogador.
Colocando o branco como privilegiado desde do fim da escravidão, Bernardo acredita que o negro ocupa um papel secundário na sociedade:
"O branco é um grande privilegiado. Tem esses privilégios desde da abolição da escravidão, e eles permanecem intactos, sem que ninguém faça nada. Em empresas importantes, muito dinheiro envolvido, grandes indústrias, o negro nunca tem o papel de protagonista. Tem sempre o papel secundário", falou.

 

Comentários