Para embalar no Brasileiro, Vasco versão 2020 recebe o São Paulo

Cruzmaltino esquece largada ruim na edição de 2019 e mira voos mais altos este ano

Por MARCELO BERTOLDO

Homem-gol: artilheiro do Vasco na temporada, o argentino Germán Cano balançou a rede nove vezes
Homem-gol: artilheiro do Vasco na temporada, o argentino Germán Cano balançou a rede nove vezes -
 Evolução é a palavra que resume bem o momento do Vasco. Fora das finais do Campeonato Carioca, o Cruzmaltino estreou com o pé direito no Brasileiro. A vitória por 2 a 0 sobre o Sport, em São Januário, foi suficiente para apagar a má impressão deixada na largada da edição de 2019. Afinal, o primeiro triunfo só aconteceu depois de sete rodadas. Mais organizado e encorpado com reforços como Germán Cano, o Vasco recebe o São Paulo, hoje, às 16h, com a promessa de embalar na competição.
Ainda que à distância por conta da pandemia do novo coronavírus, a torcida tem incentivado, do sofá de casa, o início do trabalho de Ramon Menezes, uma solução caseira após a equipe ser comandada por três técnicos em 2019: Alberto Valentim (23 jogos), Marcos Valadares (interino, cinco jogos) e Vanderlei Luxemburgo (37 jogos).
"Estamos vivendo um momento completamente diferente do que vivemos antes. Jogadores sentiram muito esse tempo parado, a falta de jogo, fizemos a nossa preparação para o Carioca. A preparação foi muito boa, mas fizemos poucos jogos. Mesmo assim, fiquei muito contente pela vitória", avaliou Ramon, após o confronto com o Sport.
Com a confiança renovada, o Vasco quer mostrar força em casa. Se Fellipe Bastos foi o protagonista na vitória sobre o Sport, os torcedores apostam suas fichas em Germán Cano contra o São Paulo. Artilheiro da equipe no ano, com nove gols, o atacante argentino tem feito os fãs esquecerem o compatriota Maxi López. Com discrição e eficiência dentro da área. Ídolo de Cano, Romário foi o último goleador do clube no Brasileiro. Com 39 anos, o Baixinho marcou 22 gols em 2005.

Comentários