Andrey supera ostracismo e se torna peça-chave no esquema de Ramon

Volante integra a lista de jogadores que tiveram a confiança recuperadas por Ramon Menezes

Por MARCELO BERTOLDO

Destaque no início do Brasileiro, Andrey comemora a reviravolta na Colina
Destaque no início do Brasileiro, Andrey comemora a reviravolta na Colina -
Com 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro, o Vasco faz o pensamento do torcedor voar alto neste início de competição. Com o orçamento limitado para investir em reforços, o clube apostou em Ramon Menezes. Multicampeão pelo clube dentro das quatro linhas, o ex-meia foi efetivado como técnico em março é o principal responsável pela solução caseira no setor que costumava a reger. No quinto ano como profissional, Andrey é reflexo do trabalho de recuperação de nomes antes em baixa na Colina. Este ano, ele fez 15 jogos como titular contra 11 em 2019.
No Vasco, o camisa 15 tem papel-chave no híbrido esquema adotado pelo treinador. Além da precisão no posicionamento, o condicionamento físico em dia é fundamental para a dupla função em campo. Sem a bola, Andrey tem que dar conta da marcação como todo volante, mas tem a liberdade para criar como um armador quando a tem sob seu domínio.
Da arrancada da intermediária contra o São Paulo à assistência para o gol de Cano, o segundo na vitória por 2 a 0, Andrey provou sua evolução física, tática e técnica. Dono de um potente chute, ele tem se dedicado às cobranças de falta ao lado de Yago Pikachu e Fellipe Bastos com o luxuoso auxílio de Ramon, um especialista no quesito em sua época como jogador.
Portanto, a possível troca de peças visando ao jogo contra o Ceará não significa que o Vasco jogará na retranca em Fortaleza. Titular contra Sport e São Paulo, o meia-atacante Gabriel Pec pode perder a posição para o volante Bruno Gomes. Caso a mudança se confirme, Andrey teria ainda mais liberdade para auxiliar Benítez na armação.

Comentários