Clube festeja 122 anos e liderança da Série A, artilharia, melhor defesa e ataque

Com 100% de aproveitamento e um jogo a menos, Cruzmaltino é sinônimo de eficiência na Série A

Por MARCELO BERTOLDO

Cano comemora gol no Castelão: um dos artilheiros do Brasileiro
Cano comemora gol no Castelão: um dos artilheiros do Brasileiro -

O Vasco merece parabéns. E não apenas pelo aniversário de 122 anos, comemorado nesta sexta-feira. Com a vitória por 3 a 0 sobre o Ceará, no Castelão, o clube antecipou a festa e convidou sua imensa e feliz torcida para celebrar a liderança do Brasileiro.

Campeão pela última vez em 2000, o Cruzmaltino inicia com o ataque mais positivo, com sete gols, defesa menos vazada, com um sofrido, e dois jogadores na artilharia: Fellipe Bastos e Cano, com três gols.

Às 6h da manhã, em São Januário, a diretoria oficializou a comemoração com a tradicional 'Alvorada Vascaína'. A cerimônia foi replicada nas sedes da Lagoa, do Calabouço e de Caxias.

O arrasador início faz o pensamento do torcedor voar alto. Sonhar não custa nada, mas Ramon Menezes não vende ilusões. Com os pés no chão, o treinador comemora a evolução.

"Dá orgulho. Sempre falo para os jogadores que tudo que está acontecendo é porque eles estão entregando a alma", disse Ramon.

Ao longo do dia, ex-atletas e torcedores, anônimos e ilustres, foram às redes sociais parabenizar e agradecer o clube. Eternizados na história centenária do clube, Roberto Dinamite, Romário, Edmundo, Juninho Pernambucano, Pedrinho... A lista de craques foi imensa e, felizmente transcendeu às quatro linhas. Caso do músico Paulinho da Viola, que declarou seu amor pelo clube.

 

 

Comentários