Equilíbrio dos reforços são os trunfos para a virada

Em Goiânia, Vasco conta com a volta de Pikachu e de Vinícius para tentar vencer o Goiás e avançar na Copa do Brasil

Por MARCELO BERTOLDO

Recuperado de uma lesão muscular, Vinícius volta a ser uma boa opção para o ataque
Recuperado de uma lesão muscular, Vinícius volta a ser uma boa opção para o ataque -

Cada um no seu quadrado. Essa seria uma boa definição para a formação que o técnico Ramon Menezes levará a campo no confronto com o Goiás, hoje, às 21h30, no estádio da Serrinha. Com Yago Pikachu de volta à lateral direita, de Benítez à função de armador e de Vinícius ao ataque, o Vasco está pronto para a decidir seu futuro na Copa do Brasil.

Com a classificação à próxima fase e o prêmio de R$ 2 milhões em jogo, o comandante cruzmaltino aposta no equilíbrio para buscar a vaga. Derrotado no primeiro embate, em São Januário, por 1 a 0, o Vasco precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar.

Recuperado de uma lesão muscular, Yago Pikachu está de volta no lugar de Cláudio Winck, machucado. A expectativa é que o poderio ofensivo seja recuperado pelo lado direito, principalmente com o reforço de Vinícius. A dobradinha com Pikachu fez falta nos últimos jogos, evidenciada pelo fracasso no improviso de Benítez e Gabriel Pec no ataque vascaíno.

"Futebol, para mim, é equilíbrio dos setores. Isso é o que temos trabalhado. O próximo adversário é uma outra história. O mais importante é que tenho agora todos os atletas à disposição", disse Ramon.

Vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Vasco desperdiçou a chance de voltar à ponta da tabela. No empate em 0 a 0 com o Grêmio, domingo, em São Januário, a falta de criatividade no meio de campo foi evidente na formação com três volantes. Benítez volta à posição de origem para municiar o ataque, que precisa de 4,28 finalizações por jogo para balançar a rede na Série A, a melhor média entre os clubes.

 

Comentários