Vasco e Atlético-PR ficam no 0 a 0 em São Januário

Time carioca cria várias chances de gol, mas não finaliza

Por elisa.souza

Rio - O jogo da noite deste domingo ficou no 0 a 0 em São Januário. O dono da casa teve uma boa atuação e muitas chances de gol, mas não conseguiu finalizar. Na 10ª colocação ao fim do primeiro turno, o próximo desafio do Gigante da Colina, que soma 24 pontos, é a Portuguesa, nesta quarta-feira, às 21h50, no Canindé. Já o Atlético - PR está em situação bem mais confortável, com 35 pontos em 19 rodadas e a terceira colocação geral da competição. O Fluminense é o próximo desafio do time do Sul, nesta quarta-feira, às 19h30, no Durival de Britto.

Jogadores de Vasco e Atlético-PR disputam bola pelo altoAlexandre Brum / Agência O Dia








O JOGO

A equipe cruzmaltina começou bem a partida e dominou a primeira parte do jogo. Aos cinco minutos, Juninho teve uma grande oportunidade, mas não fez o gol. O primeiro tempo seguiu assim, com muito risco para a zaga do Atlético-PR e muito trabalho para Weverton. Aos 23 minutos do primeiro tempo, Cris e Luiz Alberto dividiram a bola e, na cabeçada, o jogador do Atlético cortou a cabeça e foi retirado de campo, sangrando bastante e inconsciente. Antes do fim do primeiro tempo, Marlone cruzou para André na área, mas o atacante perdeu uma grande chance, entrou com os dois pés, mas a bola bateu na canela e subiu demais. Logo depois, Marlone tentou chute de fora de área, mas Weverton conseguiu ficar com a bola.










A segunda metade seguiu no mesmo ritmo. Aos 12, o Atlético perdeu uma boa chance com Ederson que tentou chute de voleio na área depois de receber a bola de Léo. Aos 28 minutos, nova chance do Vasco, com Marlone. Weverton subiu para tirar e o gol não saiu. Logo depois, duas tentativas atleticanas. Aos 33 minutos, o Atlético ameaçou a zaga vascaína com Marcelo, que tocou dentro da área, mas a bola acabou indo pra fora. Aos 43 do segundo tempo, a defesa do Vasco parou com o chute de Bruno Silva, recebido por Marcelo e batida de primeira, mas a bola saiu pela direita. Assim, o jogo chegou ao fim, sem gols.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia