Prefeitura faz parceira com a concessionária Arteris Fluminense para cuidar da saúde do caminhoneiroFoto; Divulgação / SECOM

Por O Dia
Itaboraí - A Prefeitura de Itaboraí, através da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), levou diversos serviços de Saúde para caminhoneiros que trafegavam pela BR-101, na tarde desta quinta-feira (17/06). A ação, que continuará nesta sexta-feira (18/06), integra o Programa Estrada Viva, promovido pela concessionária Arteris Fluminense.
A carreta itinerante foi estacionada em um posto de combustíveis localizado na altura da Duques (km 284, sentido Norte), em Itaboraí. Entre os serviços prestados pela SEMSA, foi realizada a vacinação de caminhoneiros contra Influenza (gripe), Hepatite B e Tétano, além da aplicação de testes de sífilis e glicose.
Publicidade
O secretário municipal de Saúde, Sandro Ronquetti, participou da abertura do programa e reiterou a importância de promover o trabalho preventivo para essa categoria nas estradas que cortam o município.
"Caminhoneiro é uma categoria que roda o país inteiro e fica muito exposta a diversas doenças. E sabemos que, muitas vezes, eles não têm tempo para cuidar da saúde. Quando a gente presta esse serviço de trazer os programas até eles, isso faz com que eles estejam mais saudáveis e, assim, todos temos mais segurança nas estradas. Queremos ampliar cada vez mais esses tipos de ações em Itaboraí", afirmou o secretário.
Publicidade
Há mais de 20 anos trabalhando nas estradas do eixo sudeste (RJ, SP, MG e ES), o caminhoneiro Marcos Sousa, de 46 anos, foi um dos profissionais que aproveitaram a ação para se vacinar contra a Influenza. O trabalhador aprovou a iniciativa e ressaltou a importância da realização de mais projetos como esse para a categoria.
"Precisamos ter mais ações importantes como essa em outros estados também. Se eu deixasse para tomar a vacina depois, provavelmente eu teria perdido o prazo", disse o caminhoneiro.
Publicidade
Participaram da ação: a Superintendência de Vigilância em Saúde; Coordenação de Imunobiológicos; Núcleos Ampliados de Saúde da Família, da Atenção Primária (NASF-AP); Centro de Atenção Psicossocial Álcool outras Drogas (CAPSad); Controle da Hanseníase; Controle da Tuberculose; Controle da Hipertensão e Diabetes; e o Serviço de Atenção Especializada em IST, AIDS e Hepatites Virais.
Prefeitura de Itaboraí faz parceria com concessionária para levar serviços de Saúde para caminhoneiros
Publicidade
A Prefeitura de Itaboraí, através da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), levou diversos serviços de Saúde para caminhoneiros que trafegavam pela BR-101, na tarde desta quinta-feira (17/06). A ação, que continuará nesta sexta-feira (18/06), integra o Programa Estrada Viva, promovido pela concessionária Arteris Fluminense.
A carreta itinerante foi estacionada em um posto de combustíveis localizado na altura da Duques (km 284, sentido Norte), em Itaboraí. Entre os serviços prestados pela SEMSA, foi realizada a vacinação de caminhoneiros contra Influenza (gripe), Hepatite B e Tétano, além da aplicação de testes de sífilis e glicose.
Publicidade
O secretário municipal de Saúde, Sandro Ronquetti, participou da abertura do programa e reiterou a importância de promover o trabalho preventivo para essa categoria nas estradas que cortam o município.
"Caminhoneiro é uma categoria que roda o país inteiro e fica muito exposta a diversas doenças. E sabemos que, muitas vezes, eles não têm tempo para cuidar da saúde. Quando a gente presta esse serviço de trazer os programas até eles, isso faz com que eles estejam mais saudáveis e, assim, todos temos mais segurança nas estradas. Queremos ampliar cada vez mais esses tipos de ações em Itaboraí", afirmou o secretário.
Publicidade
Há mais de 20 anos trabalhando nas estradas do eixo sudeste (RJ, SP, MG e ES), o caminhoneiro Marcos Sousa, de 46 anos, foi um dos profissionais que aproveitaram a ação para se vacinar contra a Influenza. O trabalhador aprovou a iniciativa e ressaltou a importância da realização de mais projetos como esse para a categoria.
"Precisamos ter mais ações importantes como essa em outros estados também. Se eu deixasse para tomar a vacina depois, provavelmente eu teria perdido o prazo", disse o caminhoneiro.
Publicidade
Participaram da ação: a Superintendência de Vigilância em Saúde; Coordenação de Imunobiológicos; Núcleos Ampliados de Saúde da Família, da Atenção Primária (NASF-AP); Centro de Atenção Psicossocial Álcool outras Drogas (CAPSad); Controle da Hanseníase; Controle da Tuberculose; Controle da Hipertensão e Diabetes; e o Serviço de Atenção Especializada em IST, AIDS e Hepatites Virais.
Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Itaboraí
(21) 3639-3205
E-mail: [email protected]rj.gov.br

 
 
 
3 anexos