24º BPM bate as metas de criminalidade no primeiro semestre

Comandante comemora índices do Instituto de Segurança Pública, agradece a tropa e enfatiza importância das parcerias

Por Jupy Junior

Frente do 24º BPM, que comemora o sucesso no combate à criminalidade em área de abrangência que inclui Itaguaí
Frente do 24º BPM, que comemora o sucesso no combate à criminalidade em área de abrangência que inclui Itaguaí -
ITAGUAÍ – O Comandante do 24º Batalhão de Polícia Militar, Tenente-coronel Mescolin, comemorou os índices divulgados recentemente pelo Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP-RJ) e agradeceu a tropa pelo empenho e dedicação ao fechar o balanço do primeiro semestre de 2020. A significativa melhora dos índices mostra que a região de abrangência do 24º - Queimados, Japeri, Paracambi, Seropédica e Itaguaí – pode se considerar mais segura. Mescolin disse em mensagem aos membros da tropa: “Não obstante a todas as dificuldades encontradas no percurso, o efetivo do 24º BPM atravessou o semestre com muito trabalho, ética e com louvor combateu o bom combate. A redução dos índices criminais representa uma melhor qualidade de vida para o cidadão e é uma conquista para os cinco municípios que compõem a área de policiamento”.
ÍNDICES E PARCERIA
Na mesma mensagem, o Comandante destaca os seguintes índices: redução de 4% de crime violento intencional, de 51% de roubo de veículos, de 53% do roubo de rua e redução de 13% de roubo de carga.
Mescolin destacou também as parcerias com as delegacias de Queimados (55ª), Japeri (63ª), Paracambi (51ª), Seropédica (48ª) e Itaguaí (50ª), com quem dividiu o sucesso da redução dos índices. O Comandante também não esqueceu de agradecer à Polícia Rodoviária Federal, cuja atuação nas rodovias que cortam esses municípios é fundamental para o sucesso do combate à criminalidade.
CRIME E PANDEMIA
O DIA publicou recentemente matéria a respeito da diminuição dos índices. Segundo informações do ISP, a queda nos índices pode estar relacionada ao distanciamento social. De qualquer modo, em comparação com maio de 2019, os dados principais relativos à área da 50ª DP (Itaguaí) são os seguintes.
O QUE DIMINUIU: ameaça, apreensão de adolescente, furto a transeunte, furto de aparelho celular, furto de veículos, furto em coletivo, roubo de rua, roubo de veículo, morte por intervenção de agente do estado, recuperação de veículos.
ZERADO: roubo de carga, latrocínio (roubo seguido de morte), policiais mortos em serviço, roubo a banco.
O QUE AUMENTOU: apreensão de drogas, prisão em flagrante, encontro de cadáver, estupro, furto de bicicleta, homicídio doloso (com intenção de matar), crimes violentos letais.
O QUE FICOU NA MESMA: homicídio culposo em trânsito, pessoas desaparecidas.

Comentários