Arco Metropolitano terá pedágio na altura do quilômetro 112, diz ANTT - Reprodução internet - Google Imagens
Arco Metropolitano terá pedágio na altura do quilômetro 112, diz ANTTReprodução internet - Google Imagens
Por Jupy Junior
ITAGUAÍ – A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) anunciou nesta quinta-feira (10) que vai realizar no dia 15 de janeiro de 2021 uma audiência pública (número 011/2020) para discutir a concessão quem inclui o trecho do Arco Metropolitano (BR-493) compreendido entre o entroncamento com a BR-040/116 (em Duque de Caxias) e o Porto de Itaguaí. A uma concessão prevê a implantação de um pedágio em Itaguaí, no quilômetro 112,9 da via. A audiência pública é uma das obrigatoriedades que antecedem o leilão, e não há uma previsão para a conclusão do processo de concessão ou das obras. Contudo, a se valer de outras concessões como referência, é possível projetar que em meados de 2022 o pedágio estará em funcionamento.
No texto divulgado para a imprensa, a ANTT informa que a concessão fará a ligação entre as cidades do Rio de Janeiro (RJ) e Governador Valadares (MG), sendo estratégica pela sua extensão e volume de tráfego. A ligação envolve o Arco Metropolitano (até o Porto de Itaguaí) e mais duas rodovias federais: a BR-116 (RJ/MG) e a BR-465/RJ (antiga Rio-São Paulo). A extensão total da ligação Rio-Valadares é de 726,9 km, sendo 536,6 km de pista simples e 190,3 km de pista dupla com canteiro central ou barreira rígida.
Publicidade
No trecho que liga Caxias ao Porto de Itaguaí, com extensão de 75,6 km, a concessão prevê as seguintes melhorias: cerca de 25 km de duplicação; 17 km de vias marginais; 11 interseções; cinco retornos; 94 acessos; cinco passagens de fauna; 1 passarela e 72 pontos de ônibus.
PEDÁGIO E AUDIÊNCIA PÚBLICA
A cobrança de pedágio deste trecho será no quilômetro 112,9 do Arco Metropolitano, e será nos dois sentidos.
Publicidade
Para realizar contribuições no processo, ou seja, para participar de um modo mais ativo (como por exemplo moradores próximos ou pessoas impactadas pela concessão), é necessário informar-se no site http://www.gov.br/antt (procurar por "Participação Social - Audiência Pública nº 11/2020"). O período de contribuições é de 17/12/2020 a 05/02/2021.
A audiência pública será virtual, por meio de videoconferência (pelo Canal ANTT no Youtube e pela plataforma Microsoft Teams), no dia 15 de janeiro de 2021, das 14h30 às 18h. O endereço eletrônico da videoconferência será divulgado até as 14h do dia 13 de janeiro de 2021 no site da ANTT.
Publicidade
Também é possível solicitar mais informações pelo e-mail [email protected]