Conforto, comodidade, serviços: tudo ao seu dispor por R$ 4 mil mensais - fotos de Divulgação
Conforto, comodidade, serviços: tudo ao seu dispor por R$ 4 mil mensaisfotos de Divulgação
Por Jupy Junior
ITAGUAÍ – Que tal ocupar um apartamento de 24 metros quadrados completamente mobiliado com móveis novos e funcionais, internet wi-fi em alta velocidade, ar-condicionado, boa localização (ao lado do shopping, na entrada de Itaguaí), estacionamento e academia bem equipada? Por R$ 4 mil mensais, esse pacote de comodidades é seu. Mais caro que o aluguel de uma casa razoavelmente grande em Itaguaí, mas com facilidades evidentes, a proposta de um dos maiores hotéis de negócios na cidade é oferecer conforto com pouca (ou nenhuma) preocupação.
Para quem pode pagar, a única dificuldade vai ser fazer a reserva pelo e-mail [email protected] (tem que ter cartão de crédito). O valor total só será cobrado no momento do primeiro check-in.
Publicidade
INCLUSO E NÃO INCLUSO
Os apartamentos não têm cozinha e o restaurante, por enquanto, está fechado. Mas há uma loja de conveniência com refeições cuja média de preços é R$ 25. Café da manhã: não incluso, quem quiser paga R$ 15. Visitas? Pode. Mas tem que pagar R$ 50.
Lavanderia? Não tem. Só pagando por fora, tem que consultar as taxas.
Publicidade
Pelo que parece, a depender das necessidades de cada um, o valor de R$ 4 mil precisa ser acrescido de mais um tanto. Mas para quem pode, não deve ser exatamente um problema.
Inclusos: academia; que funciona de acordo com os protocolos do decreto 4484 (distanciamento social, uso de máscara, sanitização etc) e estacionamento.
Publicidade
Criança pode? Sim. É permitida a hospedagem de até uma criança de até sete anos no quarto dos pais, desde que ocupem as camas disponíveis sem cobrança adicional.
Arrumação do quarto, troca de roupa de cama e de banho? Que nada! O hóspede troca de quarto semanalmente e fica tudo resolvido. Fácil.
Publicidade
PANDEMIA E INOVAÇÃO
Embora a divulgação da promoção para mensalistas não afirme, a iniciativa certamente é uma estratégia do hotel para tentar minimizar os impactos da crise provocada pelo coronavírus. Conforme matéria publicada por O DIA, o Tulip Inn amargava uma diminuição drástica do número de hóspedes, que, na sua maioria, são executivos ou funcionários de alto escalão que vêm a Itaguaí para reuniões ou serviços de consultoria com dia para voltar para casa. Agora, talvez, a ideia seja atrair quem precisa ficar mais tempo na cidade: não tanto tempo para comprar ou alugar uma casa, nem pouco tempo para pagar muitas diárias consecutivas.
 
Outra visão de um dos apartamentos: hotel fica na entrada da cidade, ao lado do shopping - Divulgação - Tulip Inn
Publicidade
Vítor Nery, gerente do Tulip Inn Itaguaí, explica: "Queremos proporcionar aos hóspedes que precisam ficar um longo período longe de casa uma hospedagem confortável, com segurança e mostrar que a hotelaria pode proporcionar esse ambiente agradável, mostrando ao mercado que as atividades podem continuar, com valores acessíveis".
O Tulip Inn de Itaguaí é um hotel da empresa francesa Louvre Hotels Group, que comercializa várias marcas mundo afora. No Brasil, são 15 hotéis. O custo do aluguel do apartamento na rede só é mais caro que em Itaguaí nas cidades de São Paulo e Brasília (R$ 4,5 mil em cada uma delas).