Vacinação contra a gripe Influenza continua nesta semana em Niterói

As doses estão sendo oferecidas no Detran Fonseca e nos mais de 50 postos municipais

Por O Dia

No Detran e nos postos de saúde a vacinação ocorre no modelo drive-thru, em que não é preciso sair do carro
No Detran e nos postos de saúde a vacinação ocorre no modelo drive-thru, em que não é preciso sair do carro -

Retomada na última terça-feira, a vacinação contra a gripe Influenza no posto do Detran do Fonseca, em Niterói, segue até esta quinta. O público-alvo são pessoas com doenças crônicas, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas e população privada de liberdade. O mesmo grupo também pode receber a dose nos mais de 50 postos da prefeitura espalhados pela cidade (veja no box). O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O serviço acontece no modelo drive-thru, em que não é preciso sair do carro para receber a dose.

Nos postos municipais, o serviço vai até o dia 9, quando terá início a terceira fase da campanha de vacinação, que será destinada a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, mães que tiveram filhos nos últimos 45 dias, professores, adultos entre 55 e 59 anos, povos indígenas e pessoas com deficiência.

Todas as doses, insumos e profissionais para aplicação das vacinas são fornecidos pela prefeitura, que orienta a população a não formar aglomerações nos postos.

"É importante também que todos usem máscaras e higienizem as mãos com frequência", disse o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira.

Ajuda no combate à covid-19

A Prefeitura de Niterói reforça que a vacina não previne contra o coronavírus, mas ajuda no combate à doença, pois, com menos de casos de gripe Influenza na cidade, as autoridades de saúde do município conseguem ter um diagnóstico mais preciso sobre os casos suspeitos de covid-19 em Niterói, e podem orientar ações de forma mais assertiva durante a pandemia.

Comentários