Produto higieniza e cria uma cápsula protetora e fica ativo por até seis meses - Divulgação / Luciana Carneiro
Produto higieniza e cria uma cápsula protetora e fica ativo por até seis mesesDivulgação / Luciana Carneiro
Por O Dia
Niterói - A sanitização de ruas contra o coronavírus recomeçará na cidade, em uma nova etapa que focará agora as vias secundárias de grandes aglomerados humanos, ao contrário da primeira fase, que priorizou comunidades maiores e avenidas principais. Em pouco mais de um mês, desde 23 de março, mais de 28.009,67 km² foram percorridos por equipes da Companhia de Limpeza Urbana (CLIN) e da empresa contratada para a aplicação da solução quaternário de amônio de quinta geração (a amônia quaternária). 
“Essa ação já foi desenvolvida em países e cidades que enfrentaram com sucesso a epidemia. Com esta técnica, a um custo muito pequeno, realizamos a desinfecção de ambientes externos, com durabilidade de três meses e de ambientes internos, que ficam protegidos por seis meses. Essa medida vai auxiliar no impedimento da propagação rápida do vírus em Niterói”, assegurou o prefeito Rodrigo Neves.
Publicidade
O produto age como uma película que mata os micro-organismos que estão no local (vírus, bactérias, fungos e ácaros) e forma uma camada protetora que mantém a superfície desinfetada por até seis meses, dependendo da circulação de pessoas. A solução química é a mesma usada pela China na desinfecção das ruas daquele país.
“Seguimos com a sanitização por toda a cidade. Nessa segunda etapa, daremos continuidade pelas vias secundárias, já que iniciamos o processo pelas principais avenidas. Nossa equipe trabalha dia e noite e já chegamos a todos os bairros de Niterói, proporcionando um ambiente mais higienizado para toda a população. Seguiremos atuantes para vencermos essa guerra contra o coronavírus", garantiu o presidente da CLIN, Luiz Carlos Fróes Garcia.
Publicidade
O trabalho de sanitização já foi realizado nos seguintes bairros: Badu, Bairro de Fátima, Baldeador, Barreto, Camboinhas, Caramujo, Centro, Charitas, Cubango, Engenho do Mato, Engenhoca, Fonseca, Icaraí, Ingá, Itacoatiara, Jurujuba, Largo da Batalha, Maria Paula, Pé Pequeno, Piratininga, Ponta da Areia, Rio do Ouro, Santa Barbara, Santa Rosa, Santo Antônio, São Francisco, São Lourenço, Tenente Jardim, Várzea das Moças e Vital Brazil.
Também foram beneficiadas as seguintes comunidades: 30 de Outubro, Abacaxi, Africano, Alarico, Alberto Laurentino /Sape, Arroz, Bela Vista Atalaia, Bela Vista/Sape, Beltrão, Bernardino, Boa Esperança, Boa Vista, Bomfim, Bonsucesso, Brasiliana, Bumba Velho, Buraco da Bacia, Caniçal, Cantagalo, Capim Melado, Caranguejo, Cascarejo, Castro Alves, Cavalão, Chácara, Cocada, Coelho, Coreia, Coronel Leôncio, Coruja, Cravinho, Cruz, Cutia, Dionisio Mendes, Dona Inês, Dona Zinha, Erasmo Braga, Estevão, Eucalipto, Facciotti/Sape, Fátima, Fazendinha/Badu, Formiga, Galinha, Grota, Guaporé, Herdy, Holofote, Iara, Ignácio Bezerra de Menezes, Igreja de Jurujuba, Igrejinha, Jacaré, Jonathas Botelho, Juca Branco, Lara Vilela 94, Maceió, Marcia Valéria, Makenze, Mams, Marítimo, Maruí, Mato Grosso, MIC (Morro da Ilha da Conceição), Monan, Morro da Luz, Morro do Estado, Morro do Pires, Nova Brasília, Oliveira Lima, Palácio, Palmeiras, Papagaio, Pátio da Leopoldina, Penha, Poço Largo, Ponte Velha, Preventório, Rato Molhado/Sape, Recanto das Garças, Ribeiro de Almeida (Rua 28), Rua 1, Rua C, D e F, Rua do Rumo, Sabão, Salinas, Santo Cristo, São Luiz, Sem Terra, Serrão, Silvino Pinto, Sítio Ferro, Souza, Souza Soares, Terreirão, Trav. Alice e Odete, Travessa da Fonte, Trav. Oto, Travessa 600, União, Vila Ipiranga, Vital Brazil e Zulu.