'Le Monde' cita Niterói como 'exceção e exemplo' entre cidades brasileiras

Jornal francês fez citação honrosa da cidade-sorriso no quesito enfrentamento ao novo coronavírus

Por Irma Lasmar

Edição de segunda-feira está disponível na internet para assinantes
Edição de segunda-feira está disponível na internet para assinantes -
Niterói - Um dos maiores jornais do mundo, o francês Le Monde mencionou Niterói como "exceção e exemplo" em uma de suas matérias sobre o combate à covid-19 no Brasil na edição de segunda-feira. O texto diz que o país está desarmado diante do colapso da saúde, mas destaca o trabalho do governo niteroiense na cidade-sorriso.
Diz o trecho da matéria: "(...) Uma cidade, no entanto, é um exemplo: Niterói, de 500.000 habitantes, localizada em frente ao Rio de Janeiro, do outro lado da grande e bela Baía de Guanabara. As autoridades locais adotaram um pacote de medidas, e isso desde o início: restrito O Dia confinamento, polícia na rua, máscara obrigatória, desinfecção da calçada, requisição de hotéis e distribuição de ajuda de emergência aos mais modestos, compras de 40 mil testes, fechamento de escolas, parques, praias e lojas. E tudo funcionou: Niterói contou em 17 de maio apenas 65 vítimas fatais, com uma taxa de mortalidade de 5,7%, duas vezes menor que a do Rio, que lamenta 1.841 mortes (...)".
"O Brasil está se tornando o epicentro global do coronavírus. Não tenho dúvida de que nosso exemplo será seguido e que outras cidades tomarão medidas mais rigorosas", comentou o prefeito Rodrigo Neves. A matéria está disponível para a leitura de assinantes no link lemonde.fr/international/article/2020/05/18/coronavirus-le-bresil-desarme-face-a-l-effondrement-sanitaire_6039978_3210.html
Esta não é a primeira vez que o Le Monde destaca os feitos da terra de Arariboia. Em junho de 2017, o projeto do Centro de Controle Operacional recebeu uma homenagem durante a premiação intitulada Smart Cities Urban Innovation Award, concedida pelo jornal Le Monde, em Singapura. O CCO de Niterói é uma iniciativa financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento que integra o conjunto de ações que compõem o Programa Niterói Inteligente e Humana, que promove o uso de tecnologias para o benefício da população e da administração pública. O júri, internacional, composto por 17 pessoas entre sociólogos e especialistas em planejamento de cidades e inovação, selecionou os melhores projetos entre mais de 200 nomeações de cinco continentes.


Comentários