Oitenta novos respiradores chineses chegam a Niterói comprados pela Prefeitura

Prefeito Rodrigo Neves destaca isolamento social como principal fator no controle da velocidade de contaminação

Por O Dia

Equipamentos estão no Hospital Municipal Oceânico
Equipamentos estão no Hospital Municipal Oceânico -
Niterói - A Prefeitura adquiriu da China mais 80 respiradores para reforçar o atendimento aos pacientes graves com a covid-19. Os equipamentos estão no Hospital Municipal Oceânico. 
“Desde o início da pandemia, Niterói vem adotando medidas importantes, com base na ciência e nos indicadores da Saúde. A participação da sociedade, que cumpriu o isolamento social, também foi fundamental para evitarmos uma explosão de casos. Poderíamos estar vivendo uma tragédia sanitária e humanitária, com o aumento da demanda em nossos hospitais. E isso não aconteceu graças às medidas de restrição de circulação adotadas na cidade e, principalmente, graças à perseverança da população, que mostrou disciplina para ficar em casa”, afirmou o prefeito Rodrigo Neves.
O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, destacou que a chegada dos novos respiradores representa um importante reforço nessa guerra contra o vírus. Aberto em 10 de abril, o Hospital Municipal Oceânico de Niterói é a primeira unidade no país exclusiva para o tratamento de casos graves de infectados pelo coronavírus.
“Conseguimos ter hoje uma retaguarda de leitos à frente da curva da doença. Vivemos ainda uma situação preocupante, que exige atenção total neste processo gradual para o novo normal. Estamos vencendo esta batalha, mas é preciso perseverar no isolamento social e termos uma mudança nos hábitos de higiene e limpeza”, disse o secretário. “Vale ressaltar que a testagem rápida que estamos realizando e que será ampliada a partir de quarta-feira, com sistema drive thru, tem sido muito importante para nos ajudar a verificar a circulação do vírus na cidade, assim como organizar as ações de quarentena, com a abertura do centro de referência para quem não tem condições de cumprir o isolamento na sua residência”.

Comentários