Santa Bárbara ganhará plataforma digital com audiovisual em novembro

Espaço, que integra rede de investimentos no bairro, terá cursos tecnológicos de qualificação de alto nível para jovens e adultos

Por O Dia , O Dia

Equipamentos democratizam acesso às tecnologias de informação e comunicação
Equipamentos democratizam acesso às tecnologias de informação e comunicação -
Niterói vai ganhar mais uma Plataforma Urbana Digital (PUD), dessa vez no bairro de Santa Bárbara. O prefeito Rodrigo Neves visitou na segunda-feira o local para a ordem de início das obras, que tem conclusão prevista para novembro. As PUDs são equipamentos que compõem o Programa Niterói Digital, desenvolvido pela Subsecretaria de Ciência e Tecnologia com objetivo de democratizar o acesso às tecnologias de informação e comunicação. De acordo com o prefeito, a obra veio para integrar a rede de serviços que a Prefeitura vem investindo no bairro.
“Essa obra é tão importante para o bairro como foram as reformas das escolas, a implantação do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) e do Centro de Oportunidades, a revitalização da Praça João Saldanha, que era uma reivindicação antiga dos moradores, e a implantação de água e esgoto. Com a retomada das atividades, vamos acompanhar e cobrar das concessionárias para que concluam o projeto de implantação da rede de esgoto no sentido de levar saneamento para todo bairro e, com isso, nos aproximamos de 100% de esgoto coletado e tratado em Niterói. Além disso, investimos mais de R$ 20 milhões em obras de contenção de encostas”, relembrou Rodrigo Neves.
O chefe do Executivo niteroiense ressaltou que a Plataforma Digital é, na verdade, uma escola tecnológica de alto nível que vai criar oportunidades para centenas de jovens da região, tirando-os da rua e fortalecendo o vínculo com a comunidade e com o bairro, além de propiciar-lhes uma formação profissional e técnica. “Com isso, a gente acaba contribuindo para reduzir os problemas de violência e de marginalização juvenil, dando oportunidade para a juventude aqui de Santa Bárbara. Esse projeto está acontecendo em uma área muito especial, na entrada do bairro, em um terreno que estava ocioso e abandonado há mais de 30 anos. A plataforma vai requalificar e revitalizar o bairro porque é um projeto que tem uma arquitetura futurista, um design inovador e isso vai mexer com a autoestima e o orgulho dos moradores daqui”, enfatizou o prefeito.
A Plataforma Urbana Digital de Santa Bárbara está localizada em uma região que concentra dados significativos para uma grande intervenção. Localizada na Região Norte da cidade, junto aos bairros Baldeador, Caramujo e Viçoso Jardim, compõe a região com maior percentual de pessoas extremamente pobres (12,7%) da cidade. Dados da empresa de consultoria Macroplan, com base no último Censo Demográfico do IBGE, também mostram que esta região concentra o maior número de jovens que não estudam ou trabalham (27,3%), seguida da região da Engenhoca, onde já foi construída uma PUD. Com relação à porcentagem de pessoas em domicílios com computador e internet, o local concentra o segundo menor índice da cidade (35,5%).
A diretora geral da Subsecretaria de Ciência e Tecnologia, Adriana Neves, fala da necessidade desse processo tecnológico que ficou ainda mais evidente com a pandemia do novo coronavírus: “A pandemia acirrou o debate da inclusão digital e tornou mais evidente a necessidade do acesso às tecnologias. Com o isolamento social, todo mundo está fazendo tudo de forma remota pela internet. A educação também precisou se enquadrar nessa nova realidade. E ter isso na política pública só reforça a importância dessas iniciativas. É obrigação do poder público dar acesso e ferramentas à população porque, se não, vamos ampliar cada vez mais a distância social”, analisou. Santa Bárbara, Caramujo, Baldeador e Viçoso Jardim ficam na microrregião 8, de acordo com o IBGE, que é a parte mais empobrecida de Niterói. Segundo Adriana, o Programa Niterói Digital já atendeu a mais de dez mil pessoas na cidade, através dos telecentros, Núcleo de Produção Digital e das Plataformas Urbanas Digitais.
Morador do bairro desde 1960, Antônio Lopes Coelho Diniz, de 79 anos, conta a felicidade de ter um espaço como esse para os jovens do lugar: “Tenho uma neta de 17 anos e um neto de 10 anos e sei que eles vão aproveitar muito, assim como muitos outros adolescentes. Esse espaço vai trazer autoestima para população e valorizar as casas e o bairro em si”, exclamou.
A Plataforma Urbana Digital, com foco na linguagem audiovisual, contará com espaço coworking, sala de cinema, salas de aula, estúdio de áudio e fotografia, ilha de edição, espaço de wi-fi gratuito. No salão principal, haverá simuladores, área infantil, espaço gamer e ainda lounges como ambientes de convivência. Todos os espaços serão compostos com tecnologia de ponta, onde serão desenvolvidos vários cursos básicos de tecnologia, bem como cursos de fotografia, edição de vídeo, luz e iluminação, desenvolvimento de games, roteiro, animação entre outros. Também estão previstos cursos de drones e robótica.

Presidente da Associação de Moradores, Nilton Santos - o Kito - destacou que a plataforma vai requalificar o bairro e adjacências. “Essa região tem muitos jovens que não estão na escola e ficam o dia todo jogando futebol porque não têm outra atividade. Com a nova plataforma, eles vão entrar em um novo tempo. A pandemia está ensinando as pessoas a se reinventarem e vai ser um projeto para o futuro deles. Muita gente que não tem acesso a computadores e internet ganhará essa oportunidade porque é tudo de graça e vai causar uma revolução na população”, disse.

A PUD da Engenhoca, inaugurada em 2018, já aprovou mais de cinco mil pessoas entre 13 e 29 anos nos cursos e oficinas oferecidos (Inglês Teen, Inglês Básico , Inglês Básico Kids , Fotografia fundamentos, Redes de Computadores - CCNA - Parceria Cisco, Empreendedorismo e ferramentas de rede, Operação Básica de Drone, Noções Técnicas para Montagem e Manutenção, Introdução à Robótica com Lego, Internet das coisas: da introdução à prática , Desenvolvimento Web, Introdução à Programação para Crianças – Scratch, Desenvolvimento de Jogos, Noções Básicas para Impressão 3D, Informática Básica, Criar Gibi: como fazer histórias em quadrinhos, Codificação e Tecnologia: Aprendendo com Osmo, Edição de vídeo, Pensando lógica com Jogos - utilizando OSMO e outros jogos lógicos, Confecção de cartões digitais, MUAN - Manipulador Universal de Animação, uma ferramenta de criação, edição, manipulação e visualização de imagens, Sway - Apresentação do aplicativo online da Microsoft. Todo conteúdo fica armazenado nas nuvens na conta do outlook.com, podendo ser integrado às redes sociais, como: Bing, Facebook, OneDrive e You Tube, Open Day - Apresentação da Plataforma Maker, Open Day Kids - Apresentação da Plataforma Maker, Oficinas de Ambientação- Plotter de Recorte, Oficinas de Ambientação- Cortadora a Laser, Oficinas de Ambientação- Bordadeira Eletrônica e Oficinas de Ambientação- Impressora 3D.
Todos os cursos e oficinas são gratuitos e abertos a toda a população. Informações e inscrições pelo link eventosecursos.plataformadigital.niteroi.br/

Comentários