Exclusivo:Acompanhe agora a entrevista de Bruno Lessa (DEM), pré-candidato a prefeito de Niterói

O niteroiense de 29 anos é advogado e vereador no segundo mandato, já tendo presidido duas CPIs na Câmara Municipal

Por Irma Lasmar

O vereador Bruno Lessa, de 29 anos, se candidata pela primeira vez ao Executivo niteroiense
O vereador Bruno Lessa, de 29 anos, se candidata pela primeira vez ao Executivo niteroiense -
Assista aqui à entrevista de Bruno Lessa (DEM) pré-candidato a prefeito de Niterói, na série de lives com os prefeitáveis, promovida pelo jornal O DIA. Comandam a conversa o colunista político Sidney Rezende e a jornalista Irma Lasmar.
A transmissão é simultânea pelos links https://www.youtube.com/watch?v=UPGUW1qNdckhttps://www.facebook.com/odiajornal/videos/561314501223147/ . Você pode participar enviando perguntas pelas redes sociais.
A lives com pré-candidatos são uma iniciativa pioneira do jornal O DIA, com o objetivo de apresentar à população as propostas dos postulantes à Prefeitura. Assim, será possível decidir o voto com informação de qualidade. 
Advogado formado pela UFF e vereador no segundo mandato, foi o mais jovem a se eleger ao cargo na história da cidade, aos 21 anos. Hoje aos 29 anos, o niteroiense disputa pela primeira vez o Executivo. Filho do ex-deputado Silvio Lessa, Bruno presidiu a juventude do PSDB aos 16 anos e, no ano seguinte, em 2008, candidatou-se pela primeira vez ao Legislativo municipal. Nas eleições de 2012, foi eleito com 2.572 votos. No pleito seguinte, foi reeleito com 67% mais votos.
Em 2013, presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito dos Transportes Públicos, a CPI dos Ônibus, que abriu a caixa-preta dos transportes. Em 2016, foi relator da CPI da Ampla, atual Enel, que investigou os serviços prestados pela concessionária de energia elétrica. Foi também relator do Plano Diretor que determinou novas diretrizes urbanísticas para a cidade.
Entre as suas importantes leis aprovadas está a que garante vaga em escola pública municipal a filhos de mulheres vítimas de violência doméstica diante da necessidade de mudança de endereço repentina. É também autor do projeto de lei que determina mais transparência na distribuição de vagas na rede de educação pública. Atualmente preside a Comissão Permanente de Desenvolvimento Econômico, Inovação, Turismo e Indústria Naval, além de ser vice-presidente da Comissão de Fiscalização Financeira, Controle e Orçamento  e membro da de Constituição, Justiça e Redação Final.

Comentários