Pedro de Luna com Julia e Lívia - Divulgação / Gustavo Stephan
Pedro de Luna com Julia e LíviaDivulgação / Gustavo Stephan
Por Irma Lasmar
Niterói - A quarentena tem sido criativa na casa do escritor e ilustrador Pedro de Luna, de 45 anos. Ele acaba de lançar pela sua Ilustre Editora três livros da coleção “Conte uma história”, em parceria com as suas filhas Lívia, de 10 anos, e Julia, de 3: “Acampando com os Animais”, “Jogos Animais” e “O dragão e a formiguinha corajosa”. A experiência de produção literária coletiva, porém, não é nova. Família sempre unida independentemente do isolamento social, a primeira dessas publicações aconteceu em 2015, quando Lívia pediu ao pai para criarem um livro juntos. Os dois inventaram a história e cada um fez os seus desenhos em separado.
“O mais legal é que várias crianças gostaram mais das ilustrações dela do que das minhas”, diverte-se Pedro. Assim nasceu “Acampando com os animais”, sobre um acampamento em família que se transforma numa divertida aventura com frutas, besouros, formigas, girafas, escorregas e tobogãs. Foram impressos inicialmente 100 exemplares coloridos. A obra foi lançada com uma leitura dramatizada, simulando uma barraca de acampamento, na escolinha onde a Lívia estudava: “foi emocionante vê-la autografando para os seus amiguinhos toda orgulhosa e concentrada”. A reimpressão de 2020 conta com fotos desse evento na contracapa. 
Publicidade
Já no início desse ano, Lívia pediu ao pai para fazer o seu segundo livro, “Jogos Animais”. Na obra, a tartaruga reúne a bicharada para anunciar uma competição esportiva valendo medalhas de ouro, prata e bronze. O que os animais não esperavam é que o torneio contasse com a presença de uma inesperada e inusitada participante. Desta vez, a dupla optou por um livro em preto e branco, para que os próprios leitores interagissem com a obra. Outra novidade é que os dois desenharam nas mesmas páginas, à quatro mãos: “Lívia adora a brincadeira de trocar o desenho para um continuar o do outro. Agora ela está desenhando tão bem que é difícil identificar quem desenhou o quê”, conta ele. O novo livro também mereceu um formato maior, de 21 por 21 centímetros, e conta com duas sugestões de atividades ao final da história. 
Durante a quarentena surgiu a ideia de fazer o terceiro livro, “O dragão e a formiguinha corajosa”, a partir de uma historinha inventada por Pedro para fazer a sua caçula dormir. Foram noites e mais noites lapidando o enredo. “Toda vez que eu contava para a Juju, ia acrescentando e modificando elementos, conforme a reação dela. Numa das primeiras versões, a história terminava com o dragão tomando a mamadeira para dormir” - explica o pai autor – “mas como queremos que ela pare de mamar na caminha, eu retirei esse detalhe e reforcei a importância de escovar os dentes”. Com 34 páginas, esse livro também é em preto e branco e conta com atividades ao final. A opção foi para que leitores e leitoras possam interagir nas páginas, pintando os desenhos e complementando os cenários, criando novos personagens, objetos e o que mais der vontade. “Quanto mais a criança se apropria da obra, mais se identifica com ela, tornando-se também uma coautora”, explica o autor. “Assim como os pais, que dão entonação na leitura, por vezes teatralizando, e auxiliando nas atividades finais”. 
Publicidade
Enquanto não prepara o quarto livro, de Luna diz que a sua editora está pronta para prestar este serviço para outros pais e filhos. Segundo o editor, com a possibilidade de imprimir poucos exemplares, é possível estimular as crianças a publicar, além de imortalizar em livro os traços da infância, mesmo que a distribuição seja restrita apenas aos parentes e aos coleguinhas. “Se nós fotografamos e gravamos vídeos com os pequenos, por que não registrar também as suas ideias e os seus desenhos? Pode ser o primeiro passo para muitos artistas e escritores”, incentiva. Luna também destaca a impressão sob demanda, onde o original é disponibilizado em portais como a um livro, com a possibilidade de comercializar através da internet, sem a necessidade de o autor investir, fazer estoque e enviar o exemplar: “é bacana por que o site faz toda a operação”. 
Os três livros têm tiragem limitada e são vendidos direto com o autor-editor, com envio pelos Correios, pelo e-mail [email protected] ou pelas redes sociais facebook.com/colecaoconteumahistoria e instagram.com/colecaoconteumahistoria. Criada em 2015, a Ilustre Editora já lançou diversos títulos como “Entre chapadas e baixões do Matopiba” (2019), do Greenpeace Brasil, “Uma análise da violência sexual de meninas à luz dos direitos humanos” (2019), da Dra. Jaqueline Sielskis e “Eu sou assim Eu sou Speed” (2019),
“Histórias do Porão” (2018), “Filipe Salvador: a cultura de Angola no Brasil” (2017), “Chico Alencar – caminhos de um aprendiz” (2017) e “Brodagens” (2016) – todos os cinco de Pedro de Luna. 
Publicidade
Serviço:
“O dragão e a formiguinha corajosa” (34 páginas, ISBN 978-65-87107-01-1) = R$ 35
“Jogos Animais” (24 páginas, ISBN 978-65-87107-00-4) = R$ 25
“Acampando com os Animais” (16 páginas, ISBN 978-65-87107-02-8) = R$ 20